Ler livros de banca também é bom! #03 - Paixão Explosiva - Sandra Brown




Mais uma indicação de livro de banca que merece ser lido e tá na nossa estante.

Generosa, Jenny Fletcher punha em segundo lugar os seus próprios sonhos e necessidades, e em primeiro os de seu noivo, Hal, um homem mais comprometido com uma causa do que com ela. Na véspera de sua viagem para a América Central, ele lhe deu o que Jenny mais queria na vida... uma noite de paixão. Foi seu último presente.Cage Hendren contrastava em tudo com o irmão, Hal. Ovelha negra da família, ele só tinha ternura por Jenny. Mas ela sempre o achara selvagem e implacável demais... até que Cage lhe mostrou o lado selvagem que ela mesma não sabia que tinha dentro de si. E depois de ser iniciada na arte de sentir prazer, Jenny jamais poderia ser outra vez a mulher de antes... 
Confesso que não esperava muitas coisas quando fui ler este livro da Sandra Brown, tudo bem que o nome é bem chamativo e tal, mas a capa (a da versão da Nova Cultural) e a sinopse não são lá essas coisas... Por isso quando fui ler o mesmo, não tinha bem definido o que o livro poderia trazer e por não ter essa noção, minhas expectativas não estavam em alta.

Foi então que a coisa foi me pegando de jeito no decorrer da leitura que quando dei por mim já estava apaixonada pelo livro, pela escrita da autora e principalmente pela história.

Para quem não leu o livro ele conta a história de Jenny, uma jovem mulher que sempre procurou ajudar aos outros e só depois pensar nela mesma. Ela era noiva já alguns anos de Hal, um homem que dava mais valor as causas que ele defendia do que propriamente ao relacionamento dos dois. E foi por ele dar mais valor a essa causa que aconteceu algo que o fez se separar dela para sempre.

Hal tinha um irmão que era considerado à ovelha negra da família, então, se o Hal era o super estimado e amado pelos pais, o Cage era justamente o contrário. Sendo cobiçado por mais da metade da população da cidade, Cage não era muito bem visto pelos próprios pais que eram bem religiosos e não aceitavam algumas atitudes suas.

Na última noite antes da partida de Hal para o México, Jenny faz uma última tentativa para que o mesmo desistisse da viagem e assumisse de uma vez o seu noivado. O que ela nunca imaginou é que não era o Hal que estava com ela e que, naquela noite, era uma pessoa que seus “sogros” não gostavam que a estava abraçando (e fazendo outras coisitas mais né?...KKKK).

Devo dizer que, inicialmente, a Jenny é bondosa demais, é daquelas mulheres que dizemos que só existe em livros, mais com o decorrer da trama ela vai ganhando força e se mostrando ser uma mulher de bastante fibra. O Hal e os pais deles são muito cheios de si, daqueles que sempre querem ser os certinhos, que não querem que os outros os contradigam, entende? Mais o que eu simplesmente amei conhecer foi o Cage, ele realmente é daqueles caras que encanta todas as mulheres por seu jeito de ser e pelo seu estilo meio rebelde.
Nutri até, certa invejinha boa da Jenny (rs) por ter um cara tão atencioso, carinhoso e que realmente a queria e gostava dela de verdade. E olhe que pra ele provar isso a ela não foi fácil viu...kkk.

Enfim, indico a história por ela ser realmente muito boa. A Sandra soube dosar muito bem as cenas de amor e tratar de um tema até meio polêmico- pois venhamos e convenhamos, não é muito fácil aceitar um irmão ficar com a mulher do outro irmão né?- de uma forma tão bonita e delicada.

"Ficou escutando o trovejar distante da batalha até que o silêncio finalmente prevaleceu. Viu os primeiros clarões do dia no horizonte. E continuou com ela nos braços, a noiva de Hal. A mulher que ele amava".

Por isso, fica a dica.

Recomendadíssimo!

6 comentários :

  1. Tenho amigas que são apaixonadas por livros de banca, quando eu era criança também vi muitas mulheres que adoravam!
    Mas eu mesma nunca me interessei, quem sabe algum dia.

    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É justamente pensando em pessoas que nunca leram ou se interessaram em livros desse tipo que criei essa tag. Para quem gosta de romance pode ter certeza que todos os que indiquei são muito bons. Parecidos até com os de livrarias.

      Beijos Fernanda.

      :)

      Excluir
  2. Oie amore... que legal que você gosta de romances de banca...
    eu adoro...
    realmente são uma leitura tão gostosa...
    meus favoritos são os históricos se deres uma procurada lá no blog vais ver diversas resenhas... opinando sobre eles...
    só procurar o marcador "Livros" beijos enormes...
    http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Domino vou conferir mesmo. Os romances de bancas também tem ótimas leituras.

      Pode deixar que vou conhecer o seu cantinho.

      Beijos

      Excluir
  3. Eu sou apaixonada por romances de banca. Mas só li um da Sandra Brown.... e fiquei decepcionada. O livro foi horrível. Só não desisti de vez de ler livros dela pq as amigas de vício já me falaram que eu tive o azar de pegar o pior livro da autora, rsrs.... Mas confesso que agora penso 2 vezes antes de pegar um livro da Sandra....

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo Suelen, já aconteceu comigo com relação a um livro da Carole M. Eu peguei um que simplesmente odiei, nem li todo. Mais depois que li outros livros dela super gostei. As vezes, acontece isso mesmo.

      Beijos

      Excluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.