Estantes de livros criativas #01



Oi gente, estava vendo minha simples estante de livros e me veio a vontade de conhecer outros modelos bem criativos. Então, procurando na net achei cada uma mais linda que a outra. E decidi mostrar um modelo bem diferente a cada semana. Vamos lá!

A primeira é essa aqui:



Eu achei esse modelo muito lindooooo. Ajuda na organização e também é um bom modelo de decoração. O que acham???

A obra e suas capas - Diário de uma paixão



Oi gente, neste post irei mostrar algumas capas do mesmo livro pelo mundo. Vamos lá!

Primeiramente tem a capa nacional que acho maravilhosa!

Quote da Semana...#06 - Sedução ao Amanhecer



Bom dia, o quote desta semana é de um livro muito especial. Só lembrando, esta tag é baseada no trechos de quarta do blog dailyofbooks


Quem quiser...

É só colocar titulo e nome do autor do livro pode ser o que você está lendo ou que já leu;
Escolher o “trecho” preferido e postar.

Livro: Sedução ao Amanhecer
Autora: Lisa Kleypas


"– O lado ruim de amar alguém, Merripen, é que sempre haverá coisas das quais você não vai poder proteger a pessoa amada. Coisas que estão além do seu controle. Então finalmente você percebe que existe algo pior do que a morte… que é acontecer um mal a essa pessoa. É preciso conviver com esse medo sempre. Porém, para ter o lado bom, você precisa aceitar o lado ruim".

O Vento me disse...#12 - A Escolha - Kiera Cass



Livro: A Escolha
Autor (a): Kiera Cass
Número de páginas: 352
Editora: Seguinte
Ano: 2014
Skoob: aqui
A Escolha - A Seleção mudou a vida de trinta e cinco meninas para sempre. E agora, chegou a hora de uma ser escolhida. America nunca sonhou que iria encontrar-se em qualquer lugar perto da coroa ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que a competição se aproxima de seu final e as ameaças de fora das paredes do palácio se tornam mais perigosas, América percebe o quanto ela tem a perder e quanto ela terá que lutar para o futuro que ela quer. Desde a primeira página da seleção, este best-seller #1 do New York Times capturou os corações dos leitores e os levou em uma viagem cativante ... Agora, em A Escolha, Kiera Cass oferece uma conclusão satisfatória e inesquecível, que vai manter os leitores suspirando sobre este eletrizante conto de fadas muito depois que a última página for virada.

Como você já deve saber A Escolha é o terceiro volume da "trilogia" da A Seleção, o livro foi lançado pela Seguinte ano passado e logo se tornou um best-seller, sendo um dos mais vendidos aqui no Brasil e no mundo. A trilogia ajudou a levantar o nome da autora Kiera Cass no mundo literário.

Inicialmente eram trinta e cinco garotas participando de uma seleção que iria decidir quem ficaria com o príncipe Maxon, dessas, restam apenas quatro, que além de disputarem o coração do príncipe, disputam a coroa de Iléia. America que era a favorita do príncipe em a seleção, vê desde a elite que essa posição conquistada foi se perdendo durante a trama e isso, graças a algumas atitudes dela. Entretanto, disposta a lutar com todas as forças pelo amor do Maxon ela vai ter que enfrentar muito mais do que uma competição com outras meninas. O rei Clarkson que já declarou que não a deseja como princesa de Iléia, os rebeldes que estão cada vez mais violentos e até mesmo o próprio Maxon que perdeu um pouco da confiança cega que ele tinha por ela inicialmente, serão grandes barreiras que ela terá que desarmar. 

É inegável que toda a trilogia de a seleção tem um apelo comercial muito grande, afinal, tem uma disputa que envolve a realeza, tem personagens jovens e carismáticos, tem um triangulo amoroso e capas que são lindíssimas. A autora, soube trazer esses elementos. que poderia até ser considerados clichês, de uma forma inteligente e instigante. Entretanto,  devo dizer que em determinados momentos achei que a história ficou um pouco parada e que a relação da America com o Maxon não se desenvolvia de uma maneira mais efetiva, mais apesar disso creio que o saldo é positivo no final.

A narrativa do livro é feita em primeira pessoa pela visão da protagonista America, esse tipo de narrativa nos permite ver apenas o lado da protagonista, isso é bom pois nos aproximamos mais da personagem, mas, também é ruim porque não vemos a história pelo lado de outro personagem, no caso, acho que seria bom saber um pouco o que o príncipe pensava. Mais isso não atrapalha de forma alguma, afinal, a narrativa da Kiera Cass é simples e objetiva, o que permite o bom ritmo da leitura.

Mais vamos ao que realmente importa, a história. Devo dizer que eu como uma admiradora da série achei o desfecho da trilogia simplesmente injusto, aconteceram coisas que eu simplesmente não acreditava quando lia, sem falar que muitos acontecimentos meio que foram deixados de lado, ou melhor, pouco explicados. As questões dos rebeldes por exemplo, era uma coisa que eu achava interessante na trama e que autora, ao meu ver, não soube desenvolver muito bem neste último livro. E o comportamento do Jaspen? Para mim, a Kiera descaracterizou ele quase que totalmente. E existe uma coisa  pior! O que eu achava magistral era a atenção política que tinha por trás da sociedade dividida em castas, isso me agradou nos primeiros livros e praticamente desapareceu neste último volume, O livro acaba ficando focado no romance, apenas. Não que os outros tenham explorado mais essa questão e só que pensei que neste último as coisas seria mais explanadas. 

Enfim, esperava bem mais da trama que tinha tudo para ser uma das minha favoritas, isso infelizmente acabou não acontecendo. Entretanto, não deixo de admirar o trabalho caprichado que a editora teve com a capa e diagramação; não encontrei nenhum erro de digitação, o que é sempre bom.

No geral, acho que compensa a leitura da trilogia, para mim, a mesma foi uma boa leitura. Só não consegui tirar de mim, aquela sensação de que poderia ter sido algo maior.

Todos os livros da trilogia:


Capas dos contos da seleção, O príncipe e O guarda foram disponibilizados em e-book. Depois lançados em formato físico num único livro, Contos da Seleção:
                                   

Apesar da história da America e do Maxon terminar na trilogia, a autora lança agora em maio, o quarto livro. Que conta a história da filha dos dois:


Quote da Semana #05 - Paixão Sem Limites




Bom dia, o quote desta semana é de um livro muito especial. Só lembrando, esta tag é baseada no trechos de quarta do blog dailyofbooks



Quem quiser...
É só colocar titulo e nome do autor do livro pode ser o que você está lendo ou que já leu;
Escolher o “trecho” preferido e postar.

Livro: Paixão Sem Limites
Autora: Abbi Glines




Essa é a mais pura verdade, devemos nos entregar, mas jamais esquecer que pertencemos a nós mesmos. Não acham? 

O Vento me disse...#11 - Sedução ao Amanhecer - Lisa Kleypas


Livro: Sedução ao Amanhecer
Autor (a): Lisa Kleypas
Número de páginas: 256
Editora: Arqueiro
Série: Os Hathaways
Ano: 2013
Skoob: aqui
Compre: aqui
Sedução Ao Amanhecer - O cigano Kev Merripen é apaixonado pela bela e bem-educada Win Hathaway desde que a família dela o salvou da morte e o acolheu, quando era apenas um menino. Com o tempo, Kev se tornou um homem forte e atraente, mas ainda se recusa a assumir seus sentimentos por medo de que sua origem obscura e seus instintos selvagens prejudiquem a delicada Win. Ela tem a saúde fragilizada desde que contraiu escarlatina, num surto que varreu a cidade. Sua única chance de recuperação é ir à Franca, para um tratamento com o famoso e bem-sucedido Dr. Harrow. Enquanto Win está fora, Kev se dedica a coordenar os trabalhos de reconstrução da propriedade da família, em Hampshire, transformando-se num respeitável administrador, mas também num homem ainda mais contido e severo. Anos depois, Win retorna, restabelecida, mais bonita do que nunca... e acompanhada por seu médico, um cavalheiro sedutor que demonstra um óbvio interesse por ela e desperta o ciúme arrebatado de Kev. Será que Win conseguirá enxergar por baixo da couraça de Kev o homem que um dia conheceu e tanto admirou? E será que o teimoso cigano terá coragem de confrontar um perigoso segredo do passado para não perder a mulher da sua vida?
Sedução ao amanhecer é o segundo volume da série Os Hathaways da autora Lisa Kleypas, o mesmo foi lançado em 2013 pela Editora Arqueiro. Nesta série, cada livro conta a história de um dos irmãos na busca pelo amor. Como falei em Desejo à meia-noite, os livros podem ser lidos fora da ordem ou separadamente mais acho muito melhor ler na seqüência, e para quem não sabe, toda a série já foi publicada pela editora.

Nesta trama vamos conhecer o desenrolar da história de Win Hathaway e do cigano que foi criado desde pequeno pela família, o Kev Merripen. A Win sempre foi à filha mais “fraca” dos irmãos, isso porque a saúde da moça ficou debilitada depois que ela sofreu com a escarlatina. Para tentar curar-se de vez, a Win parte para Paris, onde existe um tratamento de saúde que é a única esperança dela. Lá ela conhece o Dr. Harrow que além de ajudá-la quer muito mais do que uma simples relação médico-paciente. Dois anos depois, Win volta para casa disposta a tudo para conquistar de vez o coração do cigano Merripen.

O Kev como já disse é um cigano, daqueles que para quem está acostumado a ler livros do gênero sabe como é, ou seja, daqueles caras turrão, meio anti-social, que parecem um ogro mais na verdade é aquele tipo de homem que é super carinhoso e cuidador com aqueles que gosta. Junto com essas características também vem uma que é bem irritante, a teimosia. Pense num cara que apesar de gostar de alguns pontos de suas características me deixou irritada. Tive uma vontade imensa de bater nele por algumas atitudes que teve. E me perguntei como pode uma pessoa ser tão besta.

Pude ver que no fundo, no fundo, a Win foi a mais forte, foi ela quem realmente lutou por esse amor tão antigo e o Kev por uma série de motivos foi o mais fraco. Até entendo a sua reticência em ficar com a Win, afinal, uma mulher casada com um cigano não era tão bem vista pela sociedade e logo no inicio do livro vemos que o passado dele foi bem triste, deixando grandes marcas na sua vida. Mesmo com tudo isso, conhecendo a família como ele conhecia devia saber que os Hathaways não era uma família inglesa típica. Entretanto, só pela bagagem que ele tinha, por ele ajudar a família em tudo o que precisassem e por saber que ele sempre amou a Win é que o perdôo.

Falando sobre o passado do Kev é neste livro que conhecemos o segredo das tatuagens que tanto ele como o Cam,    -marido de Amelia, a segunda filha mais velha dos Hathaways- tem em comum. Eu gostei bastante da explicação. Aliás, se tem uma coisa que pude aproveitar bastante foi às cenas com os outros irmãos, me apaixonei mais ainda pelo Cam que está super feliz casado com a Amelia. Pude ver que o Leo, meu personagem favorito até aqui, apesar de tudo o que passou vem mudando aos poucos mais sem deixar de lado o seu humor meio sarcástico, que simplesmente amo. 

O mérito de tudo isso é da autora, é claro. Que além de criar personagens cativantes, tem uma narrativa simples e boa. Sem falar do trabalho bem feito da editora. Só posso agradecer a todos os envolvidos, por disponibilizar essa obra.


Outras capas:



Todos os livros da série:


E-book publicado gratuitamente pela editora Arqueiro, um conto que fala sobre os preparativos para o casamento da Win com o Kev:

Novidades no Blog e Divulgação





Oi Gente, como vocês podem ver o blog está com uma carinha nova. Ele tá muito mais lindo e charmoso. Não é verdade? rs   A partir de agora estou planejando várias coisinhas para o mês de maio e se tudo der certo vou deixar isso aqui muito mais movimentado. Espero que quem já passa por aqui continue.  J

Bem amores, nada disso seria possível se eu não contasse com o profissionalismo da Karoline do MK Designer, ela sabe que não fui uma pessoa muito fácil, eu falava de cada detalhe, vocês não tem noção dessa minha mania de perfeição...kkkk Mais ela foi forte (rs) e conseguiu fazer um ótimo trabalho como vocês podem ver.

Para quem está iniciando, como eu, sabe o quanto é difícil deixar o blog a nossa cara né? Sem falar que é meio complicado encontrar um profissional que faça um trabalho bom e não tão caro. Por isso super recomendo a MK. Muito Obrigada!

Enfim, eu amei o trabalho final da querida Karoline e quem quiser fazer um template novo para seu blog pode falar com ela pelo site MK Designer e aqui, o endereço dela no google + e também no face. Lá vocês vão poder olhar os trabalhos que ela já fez e se quiser, pedir um orçamento.

Ahhhh, e obrigada meninas, pela recepção que vocês tiveram comigo e com meu blog.

Beijos

Ler livros de banca também é bom...#04 - Cedo demais para amar - Anne Mather



Cedo demais para amar - Sophie era apenas uma adolescente, mas já sentia todas as emoções de uma mulher adulta, pelo menos no que dizia respeito a Robert, o fascinante filho mais velho de sua madrasta. Sophie se apaixonara por Robert há vários anos e nem mesmo o tempo que passou longe dele, no colégio interno, abalou seus sentimentos. Toda a família reprovava tal afeto, fazendo o possível para afastá-la dele. Mas, quando ela descobriu que Robert também a amava, agarrou-se às suas esperanças. Ela só não imaginava que ele surgiria com uma noiva, uma mulher que parecia exercer sobre ele um domínio com o qual Sophie jamais poderia competir.
Essa é a primeira vez desde que comecei o “Ler livros de banca também é bom!” (que não faz muito tempo...kkk) que vou falar de um livro que acredito que quem não gosta de livros de banca, não deve começar por ele. Calma, deixe-me explicar. EU não acho o livro ruim (muito pelo contrário) mais é que ele é aquele tipo de livro genuinamente de banca, ou seja, a mocinha é bem inocente (e meio teimosa também...kkk), o mocinho é daqueles que quer mais fica negando, sabe? E sei que muitos não gostam deste tipo de livro, por isso, meu conselho inicial.  Mais se você gosta, essa é uma ótima dica e se gosta dos romances da queridíssima Anne Mather, aí sim, tenho a certeza que você vai achar esse livro muito bom.

O livro narra à história de Sophie uma menina mal saída da adolescência que tinha uma paixão pelo filho mais velho de sua madrasta, o Robert. Esse sentimento que a Sophie tinha por ele já era de muito tempo e mesmo ela ficando afastada dele –quando foi para o internato- não conseguiu esquecer ele. Já o Robert, apesar de querer negar esse sentimento sabia que o que sentia por ela era muito mais que um carinho, era muito mais do que “devia”, afinal, era bem mais velho do que ela, era o “meio” irmão, sem falar que ele tinha bastante respeito ao pai dela e tal. Então a partir daí vocês já sentiram o drama né? E sabe o que é pior? A família não aprovava em nada esse romance. E é este o ponto, o grande problema para que os dois não ficassem era a família que não aceitava o romance dos dois, mesmo eles não sendo irmãos de verdade.    

Essa não aceitação foi o que eu realmente achei bem negativo no livro, acho que a autora meio que forçou em determinadas situações. E teve também a questão do acidente (não vou falar muito, mais quem leu já sabe do que estou falando), que acredito ter sido bem desnecessário. Sem falar que às vezes achava a Sophie meio mimada, essa é que é a verdade.

Mais você deve tá se perguntando, e as coisas boas? Porque você escolheu esse livro para ser uma das dicas de leitura? Pois bem, tenho um carinho imenso por esse livro, pois foi um dos primeiros livros de banca que li e um dos meus primeiros contatos com essa autora que gosto muito, a Anne Mather. Eu acho que tinha uns 14 anos quando li e criei uma memória afetiva muito forte (não me perguntem o porquê, não sei explicar... rsrs). Isso, aliado a minha eterna alma romântica e a parte melosa que me faz gostar de histórias simples, meio impossíveis e tal (rsrs), me fizeram se encantar por essa história. Acho que nunca vou esquecer o encontro deles na estação e mais precisamente a cena do carro (ai, ai) ou das cenas de ciúme que ele tinha, além, do Robert não deixar para dizer que ama a Sophie no último momento (como acontece geralmente nesse tipo de livro). Todas essas cenas e outras compensaram esses fatores meio negativos sobre a história. Por isso até hoje ela é uma das minhas favoritas.

Bom, se você, mesmo com tudo o que falei se interessou pela história, só posso dizer que terá que ler em ebook. Pois infelizmente é bem difícil você encontrar o físico, até nos sebos é uma raridade (até hoje estou à procura do meu exemplar e não encontro L) já que o livro é de 1978. Por isso além da dica para você leitora, fica a dica para o pessoal da Harlequin, bem que podiam lançar uma nova versão né?

Enfim, apesar do livro não ser um dos melhores da autora acho que para quem gosta do que a Anne Mather escreve vai gostar de Cedo Demais Para Amar. Pois foi assim, desde cedo, que comecei a amar as suas obras. 

O Vento me disse...#10 - Paixão Sem Limites - Abbi Glines


Livro: Paixão Sem Limites
Autor (a): Abbi Glines
Número de páginas: 192
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Skoob: aqui
Compre: aqui
Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.
Paixão Sem Limites (Fallen Too Far) é o primeiro livro da série Sem Limites da autora Abbi Glines, o livro foi lançado ainda em 2013 pela Editora Arqueiro e é um New Adult, portanto, o mesmo é voltado para um público mais adulto e contém cenas de sexo, palavrões e etc.


O livro conta a história de Blaire, uma garota que não pode dizer que teve uma vida fácil, logo cedo perdeu a sua irmã, também teve que cuidar sozinha da mãe doente e viu seu pai abandonando a sua família. Quando a mãe dela morre, Blaire acaba se vendo ‘obrigada’ a pedir ajuda ao pai já que ela não tinha mais ninguém a recorrer. Resumidamente, o pai dela é um imprestável, fraco e idiota. No dia que a Blaire vai para a casa dele, ele acaba viajando e Blaire acaba conhecendo o Rush que é o filho da nova esposa do seu pai. Rush é um cara que só quer saber de se divertir e pegar o máximo de mulheres (é um babaca! Kkk).  Além disso, ele guarda um segredo que o faz detestar a mãe de Blaire e até mesmo ela, um segredo que pode destruir a paixão que acaba surgindo entre esses dois personagens.

Li Paixão Sem Limites ano passado e confesso que me surpreendi, não esperava gostar tanto da história. A autora soube criar uma personagem- no caso a Blaire- forte e decidida, apesar de bem jovem. Uma personagem que apesar de ser um pouco insegura (e quem na vida real também não tem suas inseguranças né?), sempre encontrava um jeito para lidar da melhor maneira possível com cada situação de dificuldade que aparecia. Ela para mim é o ponto chave desse primeiro livro, mais até do que o mocinho, ou seja, o Rush. O mesmo tem aquelas características de protagonistas que estamos acostumados a ver em livros desse gênero, é pegador, cheio de si, meio arrogante... e como sempre, guarda um segredo.  

Confesso que o segredo que envolve a incompatibilidade do Rush e da Blaire ficarem juntos é até obvio para um leitor mais atento, entretanto, creio que muitos ficaram surpresos. Eu super gostei e achei uma ideia bem bacana da autora, entretanto, devo confessar que tinha vezes que eu simplesmente queria esganar o Rush, mesmo ele explicando o porquê das suas atitudes. Sem falar que tinha uns personagens secundários que poderiam ter um pouquinho mais de destaque como o meio-irmão dele, o Grant. Um cara super engraçado e gentil. 
"– Elas agora têm uma a outra. – Quem você tem? – Eu tenho a mim mesma. Descobri há três anos, quando minha ficou doente, que desde que eu tenha a mim e não esqueça quem sou eu estarei sempre bem".
Enfim, a Abbi soube escrever uma história que apesar de ser meio clichê e dos personagens até certo ponto serem simples ou melhor dizendo, comuns, simplesmente me cativou. A história nos ganha de uma maneira que quando terminamos a leitura, ficamos com aquela vontade de ler ( e logo) o segundo livro da série.

Falando um pouco mais sobre o livro físico, gostei bastante da capa, que ficou simples mais bem bonita. A diagramação tá bem feita e com letras de um tamanho bom. Acho que para quem curte livros do gênero esse é uma ótima opção de leitura .

Quote da semana...#04 - O Milagre



Bom dia, o quote desta semana é de um livro muito especial. Só lembrando, esta tag é baseada no trechos de quarta do blog dailyofbooks


Quem quiser...
É só colocar titulo e nome do autor do livro pode ser o que você está lendo ou que já leu;
Escolher o “trecho” preferido e postar.

                                                                      Titulo: O Milagre
                                                              Autor(a): Nicholas Sparks

4° Turnê Intrínseca - Natal/RN



Olá leitores, hoje estou aqui para falar um pouco como foi a 4° Turnê Intrínseca em Natal/RN.


A mesma foi realizada na sexta-feira passada, devo dizer que foi um dia péssimo, afinal, era feriado, muita gente ia viajar, os ônibus estavam demorando demais e o shopping só veio abrir de 11h00. O horário também foi bem ingrato, 12h30 não é muito legal né?

Então, tava combinado que as senhas iam começar a ser distribuídas de 11h, cheguei de 9:50 e já tinha muitas pessoas. Quando deu 10h as portas da frente do shopping não foram abertas como pensávamos e vimos uma movimentação perto dos elevadores do estacionamento. Quando fomos dar uma olhada, descobrimos que estavam todos subindo para o último andar onde ficava a livraria Saraiva do shopping.

O Vento me disse...#09 - Desejo à Meia-Noite - Lisa Kleypas

Livro: Desejo à meia - noite
Autor (a): Lisa Kleypas
Número de páginas: 272
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Skoob: aqui
Compre: aqui
Desejo à Meia-Noite - Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?
A autora Lisa Kleypas nos apresenta em Desejo à meia noite o primeiro livro da série Os Hathaways, ao todo são cinco volumes, todos já lançados pela Editora Arqueiro aqui no Brasil. A série conta em cada livro, a história de um dos irmãos Hathaways, portanto, podem ser lidos separadamente, mas se quer uma dica, sigam a ordem da série, pois tenho certeza que ela vai ganhar um novo olhar e consequentemente, você compreenderá melhor a história desta grande e estranha família.

A história é narrada na Inglaterra do século XIX, uma época em que as mulheres se casavam logo cedo e que a pressão para que isto acontecesse era constante. A protagonista desta trama, já com 26, era considerada uma solteirona. O nome dela é Amelia, a segunda filha mais velha da família. A mesma começa a tomar todas as responsabilidades de cuidar da família quando seus pais vieram a falecer e o irmão mais velho, Leo, que é o que deveria tomar conta da família, por uma decepção muito forte acaba que deixando esses cuidados nas mãos de Amelia e do cigano Merripen- que ainda pequeno foi encontrado machucado pelo patriarca da família.

Sou Noveleira...#04 - Mil e uma noites



Não é novidade ter novelas estrangeiras na programação da TV brasileira, o que não estamos acostumados é vê-las numa rede de televisão aberta que não seja o SBT e o que é mais curioso, vindos de um país não latino, mais precisamente de um país turco. Mil e uma noites é como se chama a série turca, transformada em novela para o mercado latino, que está fazendo o maior sucesso por países como Chile, Argentina e Colômbia. No Brasil, ela está sendo transmitida pela rede bandeirantes desde 09 de março, no horário de 20h30 de segunda a sábado. 

Resultado - Sorteio Romances de banca Vento Literário

Oi leitores!

Decidi adiantar e vim trazer logo o resultado do primeiro sorteio aqui no blog. O Romances de Banca do blog Vento Literário.


Então vamos lá.