O Vento me disse... #66 - A Distância que nos separa - Kasie West


A Distância que nos separa
Autora: Kasie West
N° de páginas: 240
Editora: Verus 
Ano: 2017
Skoob: Aqui
Comprar: Aqui
Caymen Meyers aprendeu desde cedo a não confiar nos ricos. E, depois de anos observando-os, ela tem certeza de que eles são bons em apenas uma coisa: gastar dinheiro em inutilidades, como as bonecas de porcelana da loja de sua mãe. Assim, quando Xander Spence entra na loja, basta um único olhar para Caymen perceber que ele tem muita grana. Apesar de ele ser um fofo e entendê-la como ninguém, Caymen é esperta e sabe que o interesse de Xander não vai durar. Porque, se tem algo que ela aprendeu com a mãe, é que caras ricos vão inevitavelmente partir o seu coração. Mason, o cantor de rock tatuado — e classe média —, tem muito mais a ver com ela, certo? Então por que ela não consegue tirar Xander da cabeça? Quando a amizade e a lealdade de Xander estão prestes a convencer Caymen de que ser rico não é uma falha de caráter, ela descobre que o dinheiro tem um papel muito maior no relacionamento dos dois do que ela poderia imaginar. Será que Caymen vai arriscar ter o coração partido para encontrar o seu verdadeiro amor?


Caymen vive com sua mãe e trabalha na pequena loja da família - uma loja de bonecas de porcelana. Apesar de jovem e de não gostar da atmosfera da loja, ela sabe que é de onde vem o seu sustento e por isso sua vida gira em torno da mesma. Assim, Caymen não sai muito, não tem grandes encontros, ajusta suas poucas saídas para um horário que não prejudique o funcionamento da loja e, apesar de tudo ainda vive em meio a grandes dificuldades já que o orçamento da loja não vai bem e as contas estão no vermelho. Enquanto isso, Xander é um jovem que se sente pressionado a seguir os rumos que a sua família impõe e, mesmo não sabendo se quer seguir com a carreira e de ter uma relação não muito boa com o pai, acaba seguindo o que o destino lhe proporciona.

Num belo dia, Xander vai a loja de Cayman pegar uma boneca que sua avó lhe encomendou e acaba conhecendo a garota de grande "sarcasmo". E apesar de aparentarem serem totalmente diferentes - ele todo arrumado com suas roupas chiques e ela com suas roupas de brechós - acaba surgindo um amizade inesperada entre eles, oriundas de seus desejos e anseios do que vai acontecer no futuro.

A Distância que nos separa da Kasie West, publicado no país pela Verus Editora, é um romance leve, simples e agradável. Com uma história de adolescentes, para adolescentes que estão naquela fase onde tudo é mais questionamentos do que respostas. "O que fazer nesse início da fase adulta?" É o que une os protagonistas desta trama.

maior acerto da autora foi definitivamente empregar um humor ácido na protagonista. As tiradas sarcásticas de Caymen estão presentes desde às primeiras páginas e são simplesmente um deleite para o leitor que busca acima de tudo, um bom entretenimento. Xander consegue ser um bom contra ponto a essa personalidade tão marcante da personagem, no entanto, isso dá ares de co-protagonista ao personagem e não o de um papel principal.

narrativa da Kasie continua sendo um dos grandes destaques. Sempre com uma naturalidade que lhe é característica, a autora soube se sair, mais um vez, com um trabalho fluido e consistente - apesar de como história, preferir o livro Namorados de Aluguel.

O que muitos poderiam não gostar na trama é o fato dela trazer situações até previsíveis e ser um livro despretensioso, ou seja, daqueles que a gente lê e pouco tempo depois já não lembramos direito da historia. Mas, como acredito que o enredo foi feito para entreter e não para marcar, o saldo foi positivo.
"Às vezes tenho dificuldade para começar as coisas, porque prefiro nem tentar, para não correr o risco de fracassar."
A Distância que nos separa mostra que em tempos onde os "cardápios" literários dos jovens leitores, estão cada vez mais elaborados, um texto bem narrado e um bom "feijão com arroz" ainda pode ser uma ótima pedida.
.

13 comentários :

  1. Oi Nthalia, tudo bem? Eu li Namorado de aluguel da autora (aliás, as capas seguem a mesma linha) e adorei. Eu gosto dessa pegada despretensiosa, é um tipo de livro que nos faz ficar com um sorriso bobo no final e gostei da premissa da história, acho que vou curtir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Nathalia!
    Eu não conhecia o livro nem a autora. Mesmo você dizendo que é uma leitura leve, descontraída, não fiquei muito curiosa para conhecer mais dos personagens. Mas algumas vezes estamos precisando de uma história desse tipo.
    Adorei a sua resenha. Parabéns!
    Bjss

    https://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Eu li Namorado de Aluguel da autora e gostei bastante. Acho que esses livros mais previsíveis e leves são uma boa pedida para intercalar entre leituras mais densas e até durante uma ressaca literária, portanto, sempre procuro deixá-los por perto.
    Dica anotada e parabéns pela resenha.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gosto da despretensão do enredo e mesmo sendo uma trama mais teen eu toparia a leitura por conta do humor ácido da Cayman e por ser um livro despretensioso, isso é ótimo para curar ressaca literária.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Li um livro da autora, e gostei muito de sua escrita, estou louca para ler essa outra obra. Gosto bastante de um enredo mais jovem assim, e com personagens cativantes.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Acho que as vezes um romance ser previsível nem é o grande problema, na real é o que me cura da ressaca literária hahaha eu acho essa capa de uma fofura sem tamanho e espero poder ler o quanto antes, sei que vou adorar.

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Eu li Namorado de Aluguel da mesma autora e gostei, mas já achei esse muito parecido com o anterior e acabei não tendo muito interesse sabe? Mas esse tipo de livro é bom para gente ler sem pretensão, só por ler e passar o tempo. Quem sabe eu não o leia mais para frente? hehe

    beijoss

    ResponderExcluir
  8. Olá! Achei que o livro é tipo um daqueles romances bem levinhos, ideais pra curar alguma ressaca literária, bom pra distrair e entreter mesmo. Achei uma boa dica pra ler quando tiver um tempinho.. Obrigada pela dica!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  9. Por mais despretensioso que o livro seja eu fiquei interessada na história. Parece um ótimo livro para ler numa tarde tranquila, na qual só queremos acompanhar uma história bonita, sem muitos dramas, sem muitas lágrimas. Eu leria essa história se me fosse dada a oportunidade!

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro o ano passado e fiquei encantada. Concordo com você que o humor sarcástico da protagonista foi o ponto forte do livro. Além disso, gostei bastante dos questionamentos dos personagens, acho que isso fez com que eles se tornassem mais reais para mim. Confesso que, ao contrário de você, eu prefiro esse livro mil vezes a Namorada de Aluguel, que foi uma leitura que me decepcionou bastante.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e acho que você trouxe uma ótima indicação.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Apesar de ver muitas pessoas reclamando sobre clichês, eu sou uma apreciadora de leituras assim. As vezes um enredo leve, jovem e bem escrito mesmo sem muitas surpresas me deixa mais contente que leituras muito intensas e com finais ruins.
    Não conheço a escrita da autora, mas por sua resenha certamente vou gostar.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Por mais clichê e previsível que uma história seja, acho que o que faz a diferença é o desenvolvimento, por isso estou tão curiosa para ler algo dessa autora, porque ela pega algo habitual e tornar especial. Além disso, o clichê de vez em quando é aconselhável haha.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu gosto de enredos assim, leves e despretensiosos para sair de ressacas literárias, então já anotei a dica aqui para poder ler entre um livro mais denso e outro.
    Beijos

    ResponderExcluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.