O Vento me disse...#40 - O Penúltimo Capítulo - Clarice Pessato





O Penúltimo Capítulo
Autor (a): Clarice Pessato
N° de páginas:208
Editora: Imprensa Livre
Ano: 2014
Skoob: aqui
Ao referir-se a capítulos, a autora faz uma alegoria como se a vida fosse um livro esperando um último capítulo com final feliz, Clarice, uma jovem de 18 anos, ativa e cheia sonhos, vê sua vida se transformar quando foi vítima de um acidente automobilístico que a deixou tetraplégica. Ela conta a história da luta contra a tetraplegia e a discriminação e que, pela fé, venceu o sofrimento e a falta de respostas, recebendo a capacidade para superá-los. Também mostra como Deus pode usar até mesmo as experiências mais dolorosas de nossa vida a fim de levar-nos para mais perto dEle e executar seus propósitos através de nós.
Não queria começar essa resenha como as outras tantas que vi sobre O Penúltimo Capítulo e muito menos como geralmente faço. Não que os outros livros não mereçam esse "diferencial", não é isso, a verdade é que o livro da Clarice Pessato foi especial pra mim e vou explicar mais sobre isso adiante.

Antes de tudo, se você ler a sinopse terá uma noção sobre o que o livro fala; ele é narrado em primeira pessoa e conta a história de vida da própria autora, que viu sua vida mudar radicalmente quando sofreu um acidente de carro aos 18 anos. Esse acidente acabou deixando ela sem os movimentos das pernas e dos braços, ou seja, ela ficou tetraplégica. 

A autora intercala as lembranças de antes e depois desse momento, no entanto, NÃO espere que o livro seja lamentações e tal, não, ela vai além disso. A Clarice mostra como esse acidente fez fortalecer o seu lado espiritual e o dos membros da sua família. Ela quis mostrar que existe momentos ruins nas nossas vidas que acontece por um propósito. Propósito esse que peguntas e anseios humanos não são capazes de responder.

Claro que chegar a esse momento não foi fácil, ela precisou passar por preconceitos, desconhecimentos e dificuldades que apesar de ter sido difíceis foram fundamentais para que a autora conseguisse se aceitar e viver com a sua condição. 


Confesso que em vários momentos me emocionei, principalmente, quando ela mostrava- com os versículos da bíblia- que Deus tinha um propósito na vida dela. É como se apesar dela falar dela estivesse falando comigo, sobre mim. Enquanto lia,  me pegava pensando o como sou fraca e até egoísta por reclamar por coisas tão banais. Vi que os meus problemas não são nada se comparado com o que a Clarice passou e mesmo assim, passando por tudo isso, ela ainda seguia e segue em frente, com um sorriso e uma esperança que "eu", considerada uma pessoa "normal", não tenho.

Definitivamente, esse livro me mostrou uma lição de vida, despertou em mim uma série de questionamentos pessoas e me confortou. Não tenho uma religião apesar de acreditar e muito em Deus e na sua misericórdia, no entanto, confesso que com os anos tenho me afastado um pouco do que se é esperado por Deus. E Deus é amor, ele está sempre lá, eu é que fujo do seu amor e Deus não quer isso. Eu posso pensar -as vezes- que estou só mas a verdade é que não estou sozinha, que apesar de "fugir" do amor de Deus, Ele sempre está aqui comigo, e que apesar de para uns eu não ser nada, para Ele eu sou tudo.

Vocês podem não entender o que foi que escrevi nesse parágrafo anterior, a verdade é que é apenas uma pontinha dos sentimentos que tive com a leitura de O Penúltimo Capítulo e por isso, talvez, só faça sentido para mim. É só que eu queria mostrar que por tudo isso e muito mais foi que o livro se tornou tão especial para mim. E espero que se você tiver a curiosidade de ler, seja o mesmo para você. Que o mesmo possa te tocar de modo que palavras não são suficientes. 

Teve uma pessoa na vida da Clarice que disse que ela tinha uma missão e acho que a publicação desse livro é mais uma forma dela cumprir essa missão de uma forma maravilhosa e humana. Afinal, muitos podem não entender, mais o livro é bem mais do que uma história de uma pessoa tetraplégica que vem conseguindo superar as dificuldades, o livro na verdade, foi para mim, uma história de uma mulher que encontrou na e no amor de Deus a força e o dom de espalhar a sua palavra. Seja para aqueles que passam por situações parecidas (ou familiares e amigos que tenham alguém que passe pelo mesmo problema) ou para aqueles que apesar de não ter nenhuma "deficiência" passam por problemas e pensam que não existe soluções e que já não acreditam tanto em algo espiritual, esse livro é para você. É um livro de bençãos!


Para quem quiser conhecer o livro que é lindo - capa lindíssima, diagramação simples mais bem feita, sem erros de edição que me lembre e bom tamanho e espaçamento das letras-  é só entrar em contato com a autora pelo endereço: claricepessato@hotmail.com.brou então, acesse a página do livro no facebook aqui
"A escola mais difícil é a escola da tribulação, mas é a escola que mais nos faz crescer. Entender que dores vão resultar em bem, é sem lógica para nós humanos. Contudo Deus tem propósitos determinados com os acontecimentos da minha vida, e eles são para o meu bem (p.178)."

39 comentários :

  1. Oi, Nathalia. Tudo bom? O livro parece realmente muito bonito, delicado e sensível. Não é um gênero que eu costumo ler, mas reconheço a delicadeza do trabalho. Uma série que eu gostei muito e que me surpreendeu, e que fala também sobre Deus e fé, é a "Foi assim que te amei" da Adriana Brazil, não sei se você conhece. Se ainda não leu, leia, tenho certeza de que vai gostar. ;)
    Abraços!
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Natahlia!
    Se a sua resenha me emocionou, o que o livro não vai fazer comigo!?
    Estou admirada com a força de vontade da Clarice e a sua fé em Deus.
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    A historia me pareceu muito bonita uma vedadeira história de superação, deve ser muito dificil viver dessa forma e realmente se apegar a alguma coisa é muito importante, mas não sei se é um livro que eu leria sabe.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu já tinha visto uma única resenha desse livro faz um tempinho mas nunca o esqueci. Hoje lendo a sua resenha, vi um poco mais do livro e da história bela que ele tem, acho que a autora conseguiu mesmo, passar todas as suas emoções, acho que deva ter passado com perfeição toda a história. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  5. Oi tudo bem?
    Amei a premissa do livro e adoro ler resenhas quando são escritas cheia de amor e carinho como foi a sua. Quando um livro se torna especial fica difícil de expressar nosso sentimentos pra fora né? Temos a necessidade de contar tudo, mas o nosso tudo pode sair Spoiler e ai que começa a dificuldade.
    Adorei sua resenha e com certeza vou querer ler este livro.
    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Oiii!

    Eu não conhecia essa obra e nossa <3 3 <3 Que amor de livro. Gosto quando de livros nos toca e faz pensar sobre o livro, eu nunca li nada que tratasse sobre isso e eu acho que adoraria fazer a leitura.
    Fiquei feliz em saber que a autora teve sensibilidade ao escrever a obra. Como não estou podendo no momento, vou deixar para ler mais para frente.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Que livro bonito, é tão bom quando mergulhamos em páginas que alcançam nossas almas!!!
    E lições de vida sempre nos ajuda refletir sobre nossas vidas neh?! Vou dar uma olhada na página do face que você indicou.
    Ah e a capa é linda e delicada!
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  8. Ola Nat lindona o livro me parece ser uma grande lição de vida, adorei saber que o livro é tem lamentações e sim superações, a vida é sempre um grande aprendizado. Dica mais que anotada. Existem livros que são grandes exemplos para nós e acredito que esse será um deles. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu não conhecia o livro e nem a autora e a capa me chamou bastante atenção. O titulo também é bem original, porem é um gênero que eu particularmente passo longe. Livros cristãos ou com alguma pegada religiosa ou espiritual, eu evito com todas as minhas forças porque não acredito nessas teorias, mas achei tocante a forma como o livro te sensibilizou. Você escreve muito bem!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olha eu estou com esse livro na minha estante.
    uma das minhas colaboradoras já resenhou e gostou muito.
    Fiquei bastante curiosa com a estória que a autora me mandou um de presente de aniversário pra tu ter uma ideia e quero muito conhecer essa bela estória, porque eu sei que é um livro que são fatos reais e que trás muitas mensagens de como temos que enfrentar os problemas e superar as coisas dificeis em nossas vidas. Foi por isso que me interessei. Ainda não sei tudo do livro, mas espero poder ler em breve, provavelmente esse ano mesmo já farei isso.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-pandemonio.html

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Menina amei sua resenha e fiquei super interessada na história.
    Sou evangélica e é tão difícil achar um livro que fale sobre fé. Tenho certeza que vou amar.
    Deve ter sido difícil falar sobre sua própria vida, mostrando tudo que passou.
    Ter uma vida mudada por um acidente deve ser bem complicado... já imagino o quanto vou chorar rsrs
    beijos e obrigada pela dica.
    PS: eu amei a série da Adriana Brazil (Bia deu a dica) e outro que foi minha paixão foi da Jorgeana Jorge, À Espera de Um adeus.
    www.conchegodasletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi! Tudo bem?

    Já tinha lido apenas uma resenha sobre essa obra e não me interessei muito não... Mas a delicadeza que você escreveu me encantou! Nossa, imagino como a vida pós acidente deve ter sido difícil para autora. E também gostei que o livro não possui tom de lamentação, isso é muito atrativo! Fiquei bem curiosa mesmo. Acho que é uma obra que vai me emocionar. E tenho certeza que minha mãe também gostaria de lê-lo.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  13. O livro parece ser realmente muito inspirador e comovente, e mesmo acreditando que esta historia seja uma lição de vida para muitos , não me interessei tanto por ele, não sei acho que no momento não é bem isso que procuro por este motivo deixarei a dica passar

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Antes De Mais Nada, Amei Suas Fotos, Ficaram Lindas. Logo No Início Da Minha Faculdade, Uma Amiga De Turma Foi Vítima De Assalto, Reagiu, E Na Fuga Um Dos Bandidos Atirou E Ela Ficou Tetraplégica. Nunca Me Esqueci, Isso Marcou Demais Nossa Turma, Mas Ela Lutou E Seguiu Em Frente, Nunca Recuperou Os Movimentos Do Corpo Mas Estava Presente No Dia Da Colação De Grau. Foi Emocionante. Por Isso, Imagino Como Esse Livro Deve Ser. Fiquei Bem Interessada Na História, E Assim Que Possível Irei Procurá-Lo E Ler.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Nossa, deu para notar que esse livro foi uma leitura mais que especial para você. É tão bom quando o livro surpreende, e nos toca fundo na alma. Espero poder ler esse livro e breve e compartilhar das emoções que sentiu durante a leitura. Gostei muito da sua resenha.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  17. Ela é uma vencedora, e saber que isso é real e não apenas uma ficção me comoveu muito adorei saber que ela superou seu limites e os preconceitos e não fica se lamentando, ela merece ser aplaudida de pé, pois não é qualquer tetraplégica, que tenha a grande força de vontade dela de viver e ainda por cima escrever um livro sobre isso.

    ResponderExcluir
  18. Olá
    Mais um livro que eu nunca tinha ouvido falar..e gosto bastante quando na verdade a estória é do próprio (a) autor (a,senti o que você quis passar com suas palavras,esse é aquele tipo de livro que se deve ter como cabeceira!! Fiquei muito curiosa pra saber um pouco mais de Clarice e como era sua antes do acidente e como está agora depois de transmitir sua estória de vida para outras pessoas!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/01/lancamento-de-janeiro-editora-arqueiro.html#comment-form

    ResponderExcluir
  19. Eu não tinha conhecimento deste livro, mas adorei saber que é uma história real. Fiquei comovida só com sua resenha, imagina quando eu ler mesmo? já foi para os desejados, e espero poder ler em breve. Imagino mesmo que a leitura traga várias lições. Lindo!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Nathalia.
    Raramente leio esse tipo de biografias, autoajuda ou livros com essa pegada religiosa, mas sua resenha passa tanta emoção que senti necessidade de conhecer a autora e saber como ela enfrentou todas as dificuldades e sua nova realidade.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  21. É tão bacana quando um determinado livro consegue nos tocar de verdade né :) Que bacana que isso aconteceu com você ao ler esse livro, te desejo muitas leituras como essa :) Gostei bastante da premissa do livro e com certeza fiquei bem curiosa pra ler ele :)

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Achei muito bacana o tema abordado no livro, de toda a superação que a protagonista passa, vencendo a sua deficiência e seus limites.
    Confesso que só não leria por ser um livro que envolve muita religião, e eu não custumo ler livros assim ^^

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  23. Olá!

    A capa do livro está linda! E quem conhece um pouco de simbologia, sabe que a borboleta tem o significado de crescimento, mudança e melhora, e acredito que isso tenha muito a ver com a vida da Clarice, já que ela teve que superar muitas coisas para chegar aonde chegou.
    Uma história emocionante.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Oiiie,

    Adorei a capa do livro, já mostra o que podemos esperar do livro. Parece ser um livro bem delicado, e que passa um aprendizagem, que mesmo com toda a dificuldade, ela quis ir em frente na vida, o que isso é bom. Deus é a essência de tudo, sem Ele nada somos e não conseguimos.

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  25. Olá,

    Eu não conhecia esse livro. Mas ele parece ser mesmo muito especial e tocante. Pelas suas palavras deu para ver o quanto ele te tocou e eu te entendo perfeitamente, pois também sou dessas que só lamenta as coisas que acontecem na vida, mas me esqueço de agradecer. Devíamos agradecer mais a Deus, devíamos confiar mais nEle. Clarice é um exemplo para todos nós!

    Beijos!

    www.cantinhocult.com

    ResponderExcluir
  26. Oi Nathalia, eu li esse livro um tempo atrás e amei, achei que é uma lição de vida para todos, mais importante ainda porque aconteceu com a autora e deve ser lido. Sempre que posso estou indicando a obra!

    beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  27. Oi Nathalia!
    Acho que é a segunda resenha qie leio sobre esse livro, e só vi elogios. Muito legal saber que a autora conseguiu passar pro leitor não lamentações, mas aquilo que trouxe esperança pra vida dela. É uma mensagem muito importante.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Olá, tudo bem?
    Nosso blog ano passado também tivemos resenha da Clarice, uma das meninas fez diz que leu livro inteiro como você comovida e profundamente tocada com as palavras da autora, é realmente mais do que superação, é uma lição de fé e de esperança.
    Eu quero muito ler ainda esse livro, a cada nova resenha enche meu peito de emoção e esperança que mesmo que tudo às vezes parece desabar sempre teremos Deus em nossas vidas como refúgio.
    Beijos e parabéns pela resenha.
    Giuliana.
    Clube do Livro & Amigos | Curtiu?

    ResponderExcluir
  29. Olá,
    Ainda não conhecia essa história e nem a autora, mais fiquei admirada com sua resenha. Sério. A mensagem que o livro trás parece ser linda demais, uma mensagem sobre Deus muito bonita e que falta nas nossas vidas. Fiquei curiosa para ler e refletir com ele. Parabéns pela resenha.
    Um beijo,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  30. Que livro lindo e sensível. Não conhecia essa obra mas saber que após tantas dificuldades a autora usou sua experiência para ajudar outras pessoas através de seu livro é extremamente tocante. Fiquei sensibilizada e curiosa com essa obra. Dica anotada.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  31. Oi Nathalia!
    Não conhecia o livro, mas a história da Clarice parece ser mesmo linda e inspiradora. Eu não gosto de biografias, e raramente leio. Mas é legal quanto um livro que foge da nossa zona de conforto se prova tão cativante.
    Eu adoraria saber um pouco mais sobre a conversão da autora. Realmente, parece uma história linda, tocante, recomendada para todos. Essa capa também ficou espetacular e o título da obra me deixa ainda mais curiosa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Ainda não conhecia esse livro. Parece lindo mesmo. Eu não tenho certezas ainda sobre minha fé, mas fiquei com muita vontade de ler o livro. Eu cuidei de uma pessoa muito querida que também sofreu acidente, ela no caso perdeu os movimentos das pernas. Foi muito difícil, mesmo. Vou procurar a autora, obrigada pela resenha!

    ResponderExcluir
  33. Oi Nathalia,
    A edição é maravilhosa mesmo, e essa capa de certa forma representa como se tornou a vida da autora e personagem dessa história real tão, livre como uma borboleta pronta para voar, por seu amor e força em Deus.
    Eu fui religiosa durante muitos anos e sei o quanto a fé pode ser importante, ainda mais nas horas de dor e desespero.
    Pelo o que vi de sua resenha, o livro fax uma reflexão sobre a vida e fala sobre conversão espiritual, não de religião.

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    Ainda não conhecia esse livro, e a forma como você conta me lembrou um pouco a obra A Cabana, de William P. Young. No livro, Um pai tem a filha sequestrada e depois de muito tempo ela ainda não havia sido encontrada e ele tem uma experiência de Deus na cabana onde encontraram sangue e vestígios dela.
    A Cabana me tocou muito, e acho que O Penúltimo Capítulo me tocaria também. Coloquei na minha lista de leituras e espero poder lê-lo logo.
    Gostei muito do seu relato!
    Beijos
    http://addictionforbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  35. Sabe, compreendi perfeitamente o tal parágrafo que você disse estar escrevendo somente para você, as vezes me sinto assim fugindo do amor de Deus, fugindo do que ele têm para me mostrar, fugindo de todas as formas possíveis. Esse livro certamente é muito forte e sim me deu muita vontade de Lê-lo, entrarei em contato com a autora.
    Obrigada pela grande dica, acredito que esse livro não foi lido por você por acaso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Oi Nathalia! ^^
    Sua resenha transmitiu cada sentimento que esse livro passou para você, tenho certeza que todos que lerem essa história irão tirar uma grande mensagem da história. Sei que o dia que eu ler irei me emocionar muito.

    Beijos e até daqui a pouco! ^^
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  37. Olá,
    Não costumo ler autobiografias, na verdade eu não leio! Mas só de saber que o livro nos mosta essa superação já me faz ter vontade de ler.
    Mas de alguma forma eu empacaria na leitura, o lance de Deus com certeza seria um deles! Tenho uma visão diferente dos nosso Criador. Apesar dele ter sido muito especial para você, eu não conseguiria ler! Me parece ser bem emocinante mesmo.

    Karine || Ainda Me Livro

    ResponderExcluir
  38. Oi, Nati!
    Apesar de não gostar de autobiografias, O Penúltimo Capítulo me chamou bastante a atenção. As vezes precisamos de uma leitura para nos mostrar que nem tudo está perdido, que por mais que tenhamos problemas existem outras pessoas com problemas muito piores e que nem por isso deixam de viver a sua vida. Gostei bastante da tua resenha e esse é um livro que com certeza irei ler, mesmo não sendo do meu gênero preferido.

    Beijos1

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Olá!
    Que história linda. Eu adoro livros que nos mostrem que podemos superar os nosso limites e que Deus e a fé são muito importantes para nós. A história da autora deve ser muito inspiradora. As vezes reclamamos por muito pouco. Adorei a sua resenha, deu pra ver o sentimento nela.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.