Estantes de livros criativas...#12



Oi gente, hoje quero mostrar para vocês uma estante que não é tão diferente como as que já mostrei no Estantes de livros criativas mais é bem bonita e criativa ao meu ver. Espero que gostem.

 Imagem retirada do site decoracionia.net
Uma coisa boa é que dá para reproduzir uma menor, com o mesmo modelo, para colocar em um escritório, sala ou quem sabe no quarto, concordam? Eu achei ela linda e definitivamente é uma das minhas favoritas.

Até a próxima!

Espaço Nacional - O Príncipe Congelado - Raigor L. Ferreira




Oi gente, hoje no Espaço nacional venho divulgar mais uma obra de um autor nacional, estou falando do conto O Príncipe Congelado do Raigor L. Ferreira. 


Sinopse do livro:
Nas terras longínquas do Reino de Arvoredo, os habitantes já estavam acostumados com um príncipe fora do tradicional. Phelipe, o herdeiro superestimado do trono tinha uma condição exótica e que fazia os moradores do Reino se perguntarem: “Como alguém pode ser tão gelado?”. A resposta para a pergunta não era simples e esmerada. Na verdade, era muito complexo entender o que tornara a majestade, um homem tão frio e indiferente.
Como podem ver, o conto é uma fantasia que se passa em um reino chamado de Alvoredo. O Phelipe, personagem principal, é muito mais do que aparenta. Existe um segredo por trás da sua história e isso vocês só vão descobrir...lendo!

Conhecendo o autor:

Raigor L. Ferreira (Ilha Solteira, 28 de junho de 1993) é um escritor brasileiro de livros infanto-juvenis. Autêntico canceriano e apaixonado pela escrita desde que aprendera a ler com quatro anos, possui contos publicados na Amazon de forma independente. São eles: "Abnegação", conto que ficou entre as 10 distopias mais vendidas da Amazon no mês de lançamento; e "O Príncipe Congelado", conto que alcançou o 1º lugar dentre as histórias infanto-juvenis mais vendidas da Amazon na semana em que foi lançado. Raigor também escreve poesias, as quais algumas estão publicadas em antologias da Editora Itacaiúnas.

Ficou curioso? Então compre o conto no site da Amazon, é só acessar aqui.

Outros trabalhos do autor:



  Facebook  Skoob 

Até a próxima!

Book Tag: Esse ou esse?




Oi gente, hoje vou responder uma tag super bacana que a Julliana do blog Paixão de Leitora me indicou, é como se fosse uma batalha e a tag se chama Esse ou esse? Começo a tag com o livro vencedor da batalha feito pela Julliana. Vamos lá?

Antes de tudo, vamos as regras:

· Colocar o blog que te indicou no início do post;
·O livro que dá início é o livro ganhador da pessoa que te indicou;
·Seguindo a lista de livros indicados pela pessoa que te passou a tag, você deverá ir escolhendo de acordo com a ordem se: deixa o livro que lidera a batalha ou se escolhe a nova opção dada e abaixo explica o porquê;
·Uma vez que tenha o seu livro ganhador, escolha você sete livros e sete blogs para repassar a TAG.

      X
A Cidade do Sol foi o livro vencedor da batalha da Julliana, eu nunca li ele e nem Extraordinário, que é a primeira escolha dos indicados por ela. Eu gostaria de ler os dois, mas, como tem que escolher um, fico com Extraordinário.


Entre Extraordinário e O Morro dos Ventos Uivantes eu fico com este último, que já li superficialmente uns anos atrás e que já tá na pilha para leituras futuras nesse ano.

Sou Noveleira #8 - Coração Selvagem (1993)




A primeira adaptação para televisão de Coração Selvagem(Corazón Salvaje) se deu com a versão de 1966 onde teve como protagonistas os atores Yulissa, Jacqueline Andere, Enrique Lizalde e Enrique Álvarez Felix, depois desta, houve mais três versões da história original de Caridad Bravo Adams, sendo uma em 1977 e outras duas em 1993 e em 2009. De todas as versões, a de 1993 definitivamente foi  a que marcou a história das novelas e se tornou um grande clássico da televisão mexicana.

Protagonizada por Eduardo Palomo, Edith González, Ana Colchero e Ariel Lopez Padilla a novela foi um grande sucesso, o elenco (a principio) não foi uma unanimidade, no entanto, foi o ideal para a realização da história. Os atores (inclusive os secundários) foram muito bem caracterizados e tiveram cada um o seu momento de destaque na trama, que foi adaptada pela maravilhosa Maria Zarattini e produzida por José Rendón.

Para quem não assistiu a novela, ela é uma novela de época e conta a história de Juan del Diablo (Eduardo Palomo). Juan  é um pirata, que muitos consideram como um “bandido”, que mesmo  descobrindo cedo que é filho bastardo de um homem importante da cidade, nunca procurou a sua família. Quando adulto, ele conhece e se apaixona pela sensual  Aimé (Ana Colchero), filha mais velha dos Altamira. Aimé se aproveita da paixão de Juan e o ilude dizendo que eles vão se casar e tal, acontece que isso não é possível pelo fato de que  ela deseja  se casar com alguém da sociedade e que tenha fortuna, isso  ela encontra em Andres (Ariel Lopes Padilla) - que mesmo sendo o prometido de Monica (Edith González), irmã de Aimé, não pensa duas vezes em firmar compromisso com ela.

Quando Juan descobre que foi enganado pela irmã mais velha dos  Altamira, decide contar a verdadeira face da Aimé para a sociedade, no entanto, Monica que é uma mulher devota e de bom coração, descobre as intenções de Juan e tentando evitar uma tragédia o convence  a não contar o envolvimento que ele teve com a sua irmã. Para tanto, Juan pede ela em casamento (o que foi, inicialmente, uma vingança contra a Aimé) e Monica mesmo gostando de Andres aceita o pedido. O que nenhum dos dois imaginava é que dessa união inesperada surgiria um amor, um amor que conseguiria passar por muitos empecilhos para chegar aos tão felizes para sempre.

Morre ator Alan Rickman

Hoje, o mundo ficou um pouquinho mais triste... 


...triste pois infelizmente um dos grandes talentos ingleses, que durante anos esteve abrilhantando os palcos com o seu talento nos deixou, Alan Rickman. Para mim, foi algo totalmente inesperado e estou até agora tentando entender.


Eu não vou falar muito pois nessas horas me falta palavras, o que eu queria é apenas deixar registrado a minha tristeza por ver o Alan partir tão cedo. Queria tanto que assim como os mágicos da ficção, ele vivesse anos, anos e muitos mais anos. :(

Eu não li os livros de Harry Potter (acreditem) mais vi todos os filmes da saga e se posso dizer que sou uma eterna apaixonada pelo Snape é pelo fato do mesmo ser interpretado pelo Alan. Uma pessoa que foi nas palavras do próprio Daniel Radcliffe "mais leais e solidárias que conheci na indústria do cinema". E foi a partir desse papel que conheci outros trabalhos dele, e pude me apaixonar ainda mais quando vi Rasão e Sensibilidade, Robin Hood e Quase Deuses. 

Vocês não tem noção de como estou triste e tenho certeza que assim como eu, muitos também estão. As meninas do grupo do Alan no face sabe que a ficha ainda não caiu e que hoje é um dia bem complicado para nós. :( O que nos resta é saber que onde ele estiver, deve estar melhor do que nós, quem sabe, esteja representando e mostrando o seu talento e sua voz nesse outro "mundo".

E a nós fãs, fica as lembranças, as obras que ele nos deixou e a eterna SAUDADE.



Alan Rickman
21-02-1946   14-01-2016
Always!

O Vento me disse...#40 - O Penúltimo Capítulo - Clarice Pessato





O Penúltimo Capítulo
Autor (a): Clarice Pessato
N° de páginas:208
Editora: Imprensa Livre
Ano: 2014
Skoob: aqui
Ao referir-se a capítulos, a autora faz uma alegoria como se a vida fosse um livro esperando um último capítulo com final feliz, Clarice, uma jovem de 18 anos, ativa e cheia sonhos, vê sua vida se transformar quando foi vítima de um acidente automobilístico que a deixou tetraplégica. Ela conta a história da luta contra a tetraplegia e a discriminação e que, pela fé, venceu o sofrimento e a falta de respostas, recebendo a capacidade para superá-los. Também mostra como Deus pode usar até mesmo as experiências mais dolorosas de nossa vida a fim de levar-nos para mais perto dEle e executar seus propósitos através de nós.
Não queria começar essa resenha como as outras tantas que vi sobre O Penúltimo Capítulo e muito menos como geralmente faço. Não que os outros livros não mereçam esse "diferencial", não é isso, a verdade é que o livro da Clarice Pessato foi especial pra mim e vou explicar mais sobre isso adiante.

Antes de tudo, se você ler a sinopse terá uma noção sobre o que o livro fala; ele é narrado em primeira pessoa e conta a história de vida da própria autora, que viu sua vida mudar radicalmente quando sofreu um acidente de carro aos 18 anos. Esse acidente acabou deixando ela sem os movimentos das pernas e dos braços, ou seja, ela ficou tetraplégica. 

A autora intercala as lembranças de antes e depois desse momento, no entanto, NÃO espere que o livro seja lamentações e tal, não, ela vai além disso. A Clarice mostra como esse acidente fez fortalecer o seu lado espiritual e o dos membros da sua família. Ela quis mostrar que existe momentos ruins nas nossas vidas que acontece por um propósito. Propósito esse que peguntas e anseios humanos não são capazes de responder.

Claro que chegar a esse momento não foi fácil, ela precisou passar por preconceitos, desconhecimentos e dificuldades que apesar de ter sido difíceis foram fundamentais para que a autora conseguisse se aceitar e viver com a sua condição. 

Aniversário de 1 ano do blog




O Blog Vento Literário completa 1 ano de existência nesse mês de janeiro e por isso gostaria de agradecer a todos que estiveram com ele nessa caminhada. Pensando, principalmente, em agradecer a você leitor, o blog se juntou com amigos blogueiros para sortear livros. São nove livros no total, além de marcadores e mimos para dois ganhadores. Espero que gostem, participem e torçam muito para você ser um dos ganhadores. 

a Rafflecopter giveaway



a Rafflecopter giveaway
Regulamento da Promoção:

- O participante deve residir ou ter Endereço de entrega no Brasil;
- Onde está visit o facebook é para CURTIR e não apenas visitar;
- Serão dois ganhadores que levarão para casa os prêmios contido nos respectivos kits;
- As estradas devem ser preenchidas corretamente no formulário do rafflecopter, as primeiras são obrigatórias, as demais são chances extras.
- Todas as entradas serão conferidas, por isso ATENÇÃO, caso o ganhador tenha deixado de seguir algumas das entradas (que disse seguir) será automaticamente desclassificado;
- A promoção será do dia 10/01/2016 ao dia 10/02/2016, o resultado será anunciado até duas semanas depois depois do fim da promoção na postagem da promoção.
- Cada blog é responsável por enviar o respectivo prêmio, então os livros  chegaram em prazos diferentes;
- Os livros serão enviados pelos respectivos blogs participantes no prazo máximo de 50 dias úteis depois do recebimento dos dados do sorteado;
- É de responsabilidade de cada blog o envio do seu prêmio, o vento literário não se responsabiliza de enviar outro prêmio caso algum blogueiro- por motivo de força maior- não entregue o livro ao vencedor;
- Não serão aceitos perfis exclusivamente promocionais;
- Nenhum blog participante se responsabiliza por problemas de atrasoextravio dos correios ou endereço errado informado pelo sorteado.


Boa sorte a todos!

Quote da Semana - O Penúltimo Capítulo




Oi meus amores, amanhã o blog faz 1 ano de existência e nada melhor do que começar essa semana com o pé direito, o quote da vez é de um livro que terminei de ler a pouco e sinceramente, foi uma verdadeira lição de vida. Logo falarei mais sobre ele...


Livro: O Penúltimo Capítulo
Autor: Clarice Pessato

"O início de qualquer lesão passa pela fase de negar a realidade e parece que a aproximação de cadeirantes seria como que assumir uma condição que, no momento, é inadmissível. Por isso é até considerada normal a rejeição da situação e aproximação de pessoas nas mesmas condições. Mas, é só uma fase, eu, no entanto, permaneci nessa fase por muito tempo. Precisei entender que isso não mudaria minha situação. É claro que é importante crer e esperar a cura, porque a esperança é como que combustível para a vida, porém é necessário viver a realidade".

Debate Literário - Livros com histórias clichês



Oiiiii meus amores, hoje é dia de estreia aqui no blog, ou seja, a coluna Debate Literário está na área. Existe certos assuntos que eu gostaria de comentar e que não estava satisfeita em colocar no Mais que literatura que é outra coluna aqui no blog. Então, decidi falar com vocês através desta nova coluna, espero ver a opinião sincera de vocês sobre os temas aqui discutidos, hein? :) 

Pensando em um assunto para abordar nesse primeiro momento eu decidi falar sobre livros clichês. Afinal, umas das criticas que mais encontro em resenhas no meio literário é o fato do livro ser clichê, no entanto, antes de tudo, sobre a palavra clichê...
" ...a palavra se tornou sinônimo de tudo o que já foi objeto de repetição excessiva e perdeu a originalidade. Assim, clichê também pode significar uma ideia que se repete com tanta frequência que já se tornou previsível dentro de um dado contexto".  (retirado do Wikipédia)
Um exemplo de história clichê é aquele mocinho bad boy que se apaixona por aquela mocinha inocente e doce. Ou aqueles livros de vampiros que se seguiram depois do 'boom' que foi Crepúsculo (2005) onde sempre tinha um vampiro que se apaixonava por uma humana e blá, blá, blá. Enfim, acho que vocês já devem ter entendido. 

Desafio Literário 2016 - I Dare You




Oi gente, tudo bom? Como sabem, início de ano é aquele momento em que fazemos metas (se bem que a maioria não é realizada kkkk) e por isso decidi aceitar o desafio que a Mari me convidou para participar, estou falando do I Dare You. Confesso que decidi entrar nesse desafio por ele não ser tão pesado e para que eu pudesse ler os livros que estão meio que esquecidos na estante. Espero que eu consiga fazer tudo certo até o fim de ano. :)

Bom, o I Dare You (Eu Te Desafio) foi idealizado em 2015 pela Mari do Maravilhosas Descobertas e acontece da seguinte forma: o blogueiro tem que ler apenas um livro por mês durante um ano, sendo que este deve estar relacionado a um dos três temas indicados para serem lidos a cada mês. Para vocês entenderem melhor o que estou falando...

O Vento me disse...#39 - Anjos à mesa - Debbie Macomber



Anjos à mesa
Autor (a): Debbie Macomber
N° de páginas:224
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Skoob: aqui
Compre:  aqui ou aqui
Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável — especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de fim de ano da Times Square. Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por “acidente”, Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não? Um ano depois, Lucie é a chef de um novo e aclamado restaurante, e Aren é um colunista de sucesso em um grande jornal de Nova York. Durante todo o ano que passou, os dois não se esqueceram daquela noite. Shirley, Goodness, Mercy e Will também não se esqueceram do casal... Para uni-los novamente, os anjos vão usar uma receita antiga e certeira: amor verdadeiro mais uma segunda chance (e uma boa dose de confusão), para criar um inesquecível milagre de Natal.
Existe um clima diferente que antecede o Natal, que nos deixa totalmente nostálgico, felizes e ansiosos por algo que nem mesmo sabemos o que é. Bom, pelo menos comigo é assim. O clima natalino é algo único, especial... mágico. E é essa magia que encontrei lendo Anjos à mesa, livro da premiada Debbie Macomber que faz parte da série "Angelic Intervention" e que foi lançado no Brasil em 2013 pela Editora Novo Conceito.

No livro somos apresentados primeiramente a um quarteto de anjos; Goodness, Shirley e Mercy são embaixadoras da oração, elas são designadas a ensinarem a um aprendiz anjo, o Will. O problema é que logo na primeira visita à terra onde elas mostram como são os humanos para o Will, ele acaba interferindo na vida de dois humanos.

Com essa pequena intervenção divina, Will acabou unindo a Lucie e o Aren. O problema desse encontro é que os dois não estavam predestinados para se conhecerem naquele momento, por isso, assim como o encontro deles foi repentino, o romance foi mais breve ainda. Um ano após o encontro, os anjos recebem a missão de unir novamente o casal. Parece fácil né? Mas não é! Com as manias de tentarem ajudar para que o romance entre a Lucie e o Aren aconteça, os anjos vão aprontar algumas e isso vai complicar um pouquinho esse objetivo. O que não é uma coisa ruim, afinal, são esses que geram momentos super divertidos na trama.