O Vento me disse...#22 - Em Busca do Paraíso - Judith McNaugth


Livro: Em Busca do Paraíso
Autor (a): Judith McNaught
Número de páginas: 783
Editora: BestSeller
Série: Segundas Oportunidades
Ano: 2008
Skoob: aqui
Em Busca do Paraíso é a história de dois jovens apaixonados, separados pela tirania de um homem arrogante e poderoso que se dá o direito de manipular pessoas e mudar o rumo de suas vidas.  Pertencente a uma tradicional família de Chicago, Meredith Bancroft jamais teria reconhecido Matthew Farrell, não fosse uma brincadeira do destino. Tudo parecia perfeito até eles serem separados e forçados a sufocar seus sentimentos.  Porém, Meredith e Matthew se reencontram 11 anos depois. Seus olhares se cruzam e só há um caminho para resgatar tantos anos de separação - a sinceridade do verdadeiro amor.


Poucos são os autores que podem escrever um livro com 783 páginas e não sentirmos a sensação de “encheção de linguiça” que muitas vezes vemos em leituras com essa quantidade de páginas. Judith McNaugth é uma dessas raras exceções. Ela tem um dom de escrever histórias que simplesmente nos arrebata e Em Busca do Paraíso não poderia ser diferente. Neste livro, lançado pela Editora BestSeller em 2008, ela nos mostra uma arrebatadora história de amor que se mantém mesmo com a distância, o tempo, os enganos e a própria reticência dos personagens em entregarem-se novamente. É um livro que posso dizer com toda (ou quase) absoluta certeza, quem gosta de romance deve amar e com certeza recomendar a leitura desse livro. 

O livro é narrado em terceira pessoa e tem como foco a vida da Meredith Bancroft- nossa protagonista-, que passa de uma desajeitada criança à uma encantadora jovem mulher ao longo dos anos. Entretanto, para chegar até onde ela chegou a mesma passou por situações que a marcaram profundamente. Ainda quando tinha 18 anos ela conheceu aquele que viria a ser o grande amor da sua vida, o Matthew Farrel. Este era bem distinto dela, principalmente pelo fato dele não ser da classe social dela. Meredith era a futura herdeira do império Bancroft enquanto Matthew era apenas um operário metalúrgico que apesar de ser muito inteligente ainda não tinha posses.

Se não fosse obra do destino, talvez, eles nunca teriam se encontrado, mais o fato é que depois deste encontro os dois nunca mais foram os mesmos. Depois de uma noite mais que inesquecível, acontece algo que os “empurram” para viverem uma vida a dois, mesmo que eles não se conheçam tanto. Infelizmente, com a interferência do Phillip- pai de Meredith que era contra o casamento deles-, os mesmos acabam se separando e voltando a se encontrar apenas 10 anos depois, quando Meredith estava mostrando para o seu pai que merecia a presidência da empresa e período em que o Matthew já era um grande empresário. E é com este reencontro que mágoas, revelações, medos, anseios e desejo de vingança vão ser postos na mesa, trazendo a tona que ainda existe sentimentos entre esses dois, e que talvez, ainda seja AMOR.

Li este livro a primeira vez em e-book em 2012, em 2013 eu comprei e li o físico e reli agora em 2015 (para a maratona que estou participado) e todas às vezes, pude entender o porque da Judith ter tantos fãs, ela sabe como criar histórias que mechem com quem gosta de romances. Eu não sei muito bem quais palavras usar para  convencer você que está lendo essas pequenas palavras em procurar saber mais e conhecer não só essa história, como todas as obras dessa autora, que escreve maravilhosos romances de época- como em Agora e Sempre e Whitney, meu amor, e romances contemporâneos como Alguém para amar e este que está em questão aqui. Só posso te dizer, sabe quando você tem certeza que um autor, de tão bom, não poderia ter escolhido outra profissão? Esse é o caso da Judith, que escreve livros que encantam leitores a mais de 20 anos.

Em Busca do Paraíso reuni tudo o que gosto em uma história de romance: uma mocinha que apesar de ingênua consegue crescer e se transformar numa mulher que sabe o que quer, o mocinho é daqueles que mostram que é mais que um rosto bonito, que vem de baixo e que graças ao próprio trabalho cresce na vida. E o principal, mesmo que tudo aponte para que os protagonistas não fiquem juntos já que há muitas mágoas envolvidas é notório que existe sentimento entre os mesmos.

Enfim, a Judith criou uma história com personagens que gostamos de uma maneira ímpar e narra de uma forma que não tem como não devorarmos as páginas e até desejarmos que houvessem mais que 783 páginas dessa linda e grande história de amor, com o selo Judith McNaugth de qualidade.  J  

Capa da primeira versão brasileira:





Capa da versão original:

O livro faz parte de uma série chamada "Segundas Oportunidades", sendo que cada livro conta com protagonistas diferentes. Os livros da série já foram lançados no Brasil, pena que são raros de encontrar e os poucos que existem estão com preços em sua maioria bem "salgados".  :(



P.S. Este livro é o último livro que escolhi para ler na maratona Arrasta Pé Literário promovido pelos blogs Minha Velha Estante, Coisas de Meninas, De tudo um Pouquinho e o Conversa de Livro.

16 comentários :

  1. adorei conhecer o livro, realmente sao poucos os livros com muitas paginas que nao ficam enjoativos, fiquei interessada em ler, mas nunca vi nada dessa autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São poucos mesmo Manu, se tu gosta de romance tem que ler algum dos livros da Judith. Ela é top.

      bju

      Excluir
  2. Oi Nathalia!
    Não conhecia este livro e você falou tão bem, que acabei de adicionar à minha lista. Realmente, são poucos os autores que podem escrever tantas páginas e não ficar cansativo. O enredo é muito bom, e o que mais me interessou foi o fato de a estória ser cheia de acontecimentos e personagens bem construídos. Ótima resenha. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, espero que você tenha a oportunidade de ler algum dos livros dessa autora. Realmente ela escreve histórias maravilhosas, com um enredo muito bem amarrado e personagens bem construídos.

      Beijos

      Excluir
  3. Tenho um livro da Judith McNaught, mas ainda não o li.
    Todos comentam bem suobre a sua escrita, então tentarei ler em breve!
    O bacana é que quando o autor é bom, não importa se o livro tem 800 páginas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Karol, se o autor sabe conduzir bem a história o livro pode ter mil páginas que não cansamos de ler. :)

      bju

      Excluir
  4. Nossa ... Não conhecia esse livro , mas me interessei bastante .
    Pelo que você relatou parece ser uma boa leitura ...

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, foi uma leitura muito boa Diane. :)

      Excluir
  5. Já li 3 outros livros desta autora e adorei todos, ela é sensacional, Tenho este livro em casa, numa edição mais antiga, comprei num sebo há uns 2 anos e ainda não li...sinto que estou perdendo uma grande leitura...

    Beijo, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa, se você conhece outras obras da autora sabe do que estou falando. Aproveita e corre pra ler este. kkkk

      bju

      Excluir
  6. OI, Nath, tudo bem?

    Nossa, 793 páginas em um romance? E cara, não encher linguiça com esse tamanho todo é um feito, parabéns para autora que por sinal eu nem conhecia!
    Esses livros devem ser bem raros mesmo pois nunca os vi ou li nada sobre eles! Essa foi a primeira vez!


    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Tamires, os livros são bem raros de encontrar, sem falar que a autora lançou esse livro e outros, principalmente nas décadas de 80 e 90. Portanto, sabe como é, outra geração. Geralmente quem conhece são pessoas mais velhas ou então quem curte livros de banca. :)

      Beijos

      Excluir
  7. Oi Nathalia, antes de mais nada deixa eu agradecer a visita e comentário lá no meu cantinho, fiquei muito feliz. ^^

    Para você ler um livro de mais de quase 800 páginas três vezes é porque a história e narrativa da autora são ótimos. Confesso já ter visto esse livro num sebo aqui na minha cidade, mas não me interessei por ele (graças a essa capa que não me chamou nenhum pouco a atenção) estou me arrependendo agora...

    Eu já tinha ouvido falar dessa autora, mas não sabia que era uma dessas que a gente simplesmente precisa conhecer o trabalho. Fiquei super interessada e na próxima oportunidade vou adquirir alguma de suas obras.

    beijos
    http://www.livromaniaca.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiii Tielle, na próxima vez agarra o exemplar que tu encontrar dessa autora. Se for uma das obras que citei na resenha, ai corre e aproveitaaaaa mesmo. kkkk Não li todos os livros dela, mais os quatro que citei são muito bons.

      beijos

      Excluir
  8. Livros com muitas páginas valem a pena ser lidos, principalmente se o autor escreve bem!

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valem a pena se o autor consegue fazer uma história que nos prenda até o final. Pois ao contrário ele se torna interminavel. Kkk

      bju

      Excluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.