O Vento me disse... #75 - O Segredo de Emma Corrigan


O Segredo de Emma Corrigan
Autora: Sophie Kinsella
N° de páginas: 352
Editora: BestBolso
Ano: 2015
Skoob: Aqui
Compre: Aqui
Emma Corrigan tem alguns segredinhos... Mas quem não tem? Durante uma viagem de avião bem turbulenta, Emma acredita que não sobreviverá aos solavancos, e acaba contando todos – mas todos! – os seus segredos para o homem sentado na poltrona ao lado. Quando a aeronave pousa em segurança, ela pede desculpas ao companheiro de voo pelo desabafo, pensando que nunca mais veria aquele estranho bonitão.No dia seguinte, no entanto, ela descobre que seu colega de viagem era ninguém menos que Jack Harper, um dos fundadores da grande Corporação Panther, empresa na qual Emma trabalha como assistente de marketing. E que seu encontro desajeitado com o milionário a colocaria na maior confusão.

   Apesar de ser o primeiro livro que li da autora Sophie Kinsella já tinha mais ou menos uma noção do que encontraria neste livro, publicado pelo selo BestBolso da Editora Record, tendo em vista que já tinha assistido um filme baseado em sua obra mais conhecida mundialmente: Os Delírios de consumo de Becky Bloom. Quem já assistiu ao filme ou leu o livro deve saber a vibe da escrita da autora, que segue a mesma fórmula leve e divertida em O Segredo de Emma Corrigan.

   Neste chick-lit, Kinsella nos leva praticamente para dentro da cabeça de Emma Corrigan, uma inglesa que trabalha em uma empresa de produtos esportivos/energéticos que sonha em conseguir uma promoção que a ajudará não só a elevar seus proventos como também sua autoestima perante a própria família (que insiste em ver as qualidades da sua prima Kerry).

   Dentro desse contexto, veremos Emma em uma viagem de negócios para a Escócia. De volta para casa, a personagem enfrentará o medo da morte (com uma possível queda do avião) que acabará fazendo com que ela confesse pequenos segredos ao passageiro do seu lado. O desconhecido acabará descobrindo que Emma odeia o café da empresa, que a foto da bunda que está pendurada na parede da empresa é dela, que ela não pesa o que diz, que seu namorado Connor parece o Ken... Enfim, são pequenos segredos que apesar de leves ela não gostaria que soubessem. Tudo estaria bem se o estranho fosse apenas isso, (in)felizmente para desespero da protagonista, o mesmo é Jack Harper, o fundador e chefe da empresa na qual ela trabalha e que ela não conhecia.

   Já na empresa Emma fará de tudo para ficar longe de Jack, o charmoso estranho que é o seu chefe -que sabe que ela odeia calcinha fio dental. Mas o que ela logo descobrirá é que o destino insistirá em os unir e fará com que ela comece a repensar alguns pontos de sua vida.

"– Minha carreira é uma piada. Eu não sou uma alta executiva. – Aponto para o meu tailleur com lágrimas nos olhos. – Eu não tenho uma equipe! Sou apenas uma assistente de merda e acabei de ter minha primeira reunião importante, e foi um desastre. Não entendo quase nada do que as pessoas estão falando, não sei o que significa logística, nunca vou ser promovida, devo quatro mil pratas ao meu pai e nunca me apaixonei de verdade..."
  Com uma comédia que nos faz relembrar filmes da sessão da tarde, O Segredo de Emma Corrigan apresenta uma protagonista maluquinha que entra em cada situação que acaba nos fazendo sorrir sem querer e um mocinho que agrada, apesar de não sabermos muito sobre ele. Além do mais, a autora também aborda questões familiares que deixa o coração do leitor apertado, mais feliz ao saber que tudo fica bem no final.
"- Quando saio do escritório naquela tarde sinto-me toda agitada, como um daqueles globos de vidro com neve dentro. Eu estava perfeitamente feliz sendo um povoadozinho comum e sem graça dentro do globo de vidro. Mas agora que Jack Harper veio e me sacudiu, há flocos de neve por toda parte, girando em redemoinhos, sem saber mais o que pensar."
  É bem verdade que algumas pessoas podem achar o enredo do livro um pouco fútil e sem profundidade, mais a maneira como a autora conduz à trama faz toda diferença. Além disso, apesar de achar que a protagonista tem segredos mais que o normal, foi impossível não entrar em seu mundo, se imaginar no lugar e até se associar com ela, afinal, quem não mente em pequenas coisas e possui certos segredinhos?

   Sobre a edição física: as folhas são brancas e o texto é mais achatado e com letras menores - tendo em vista que é uma edição de bolso. Quem não gosta do formato - que compensa por ser bem mais barato - existe outra versão normal que foi lançada pela Editora Record em 2005. Confesso que folhas brancas e letras menores não são a minha preferência mas para ser sincera, não desgostei do livro por causa disso.
"Se você não pode ser sincera com seus amigos, colegas e entes queridos, pra que serve a vida?"
   O Segredo de Emma Corrigan ganha o leitor por ser uma trama divertida que não se preocupa tanto em se aprofundar, tanto em questões de enredo como de personagens (com exceção da protagonista). Apesar disso é muito bom acompanhar os diálogos loucos da Emma e suas experiências. É daquelas histórias que nos despedimos sem lágrimas, apenas com um sorriso bobo no rosto.  

10 comentários :

  1. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Eu AMOOO um bom chick lit e, é claro, minha estante é recheada dos livros da rainha dos chick lits, Sophie Kinsella! Realmente suas obras aparentemente são futeis, mas, acho que a proposta da autora é justamente descontrair ao trazer tramas mais auto astral assim... Sempre me divirto muito com suas obras!
    Enfim, ainda não li esse livro, mas, está na minha lista de desejados ;)
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiii Nath

    Sua resenha me deixou com vontade de ler esse livro, aliás vc escreve de um jeito que deixa a gente super ansiosa.
    Nunca li nada da Sophie acredita? Tenho vários livros dela anotados e pretendo começar em breve, quem sabe ate por esse.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Olá! Gostei muito dessa dica! Já achei bem engraçado o fato dela ter se confessado toda para o cara sentado ao lado, com medo que fosse morrer num acidente aéreo. Me interessei em descobrir como são as relações dela com a família, as amigas e como ela vai sair dessa situação de ter contado cada segredo seu para seu chefão, sem nem imaginar.. Adorei de verdade! Parece ser um romance leve e gostoso para sair de uma ressaca literária e rir bastante!


    Bjoxx – www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Nath!

    Tudo bem? Então eu morro de curiosidade de ler alguma coisa da Sophie porque sempre escuto maravilhas sobre a sua narrativa e você nao foi exceção!

    Adoro uma personagem maluquinha e fiquei bastante interessada em descobrir mais sobre a relação da protagonista com sua família. Dica devidamente anotada ♥️

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com<br /

    ResponderExcluir
  5. Já tem um tempinho que não leio nenhum chick-lit, mas esse parece ser no minimo divertido e isso me anima bastante, ainda mais lembrando filmes de sessão da tarde como mencionou. Uma leitura despretensiosa, que eu fiquei bem curiosa para acompanhar os loucos diálogos dessa tal Emma.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá amore,

    Não conhecia o livro em questão, mas já me encantei com a capa.
    Ai esses livros que as pessoas acham "enredo fútil e etc..." me ajudam muito quando estou querendo entrar na ressaca literária.
    Vou deixar a dica anotadinha aqui pra uma oportunidade!

    Beijokas!!!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Nathalia,
    Sempre ouvi muito falar da Sophie, por ela ser uma diva de um dos generos que eu mais amo. Estou passando por uma RL bem intensa que nao está me deixando ler nada e a sua resenha me empolgou e me abriu uma possibilidade.
    Amo livros que nos fazem rir, nos divertem e nos remetem a um filme da seção da tarde.
    Sua resenha me conquistou.

    beijos
    Mayara

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    A escrita da Sophie Kinsella é despretensiosa e esse tom de humor dos seus chick-lits me fascina. Gosto bastante dessa leitura e a acho a personagem bem cativante.
    Uma leitura que vale a pena conhecer!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Oieee!

    Eu adoro a escrita da Sophie!
    Este foi o primeiro livro que li dela, lembro de comprar ele em um sebo perto de casa, e é um dos meus preferidos, adoro as personagens doidas e as dúvidas que elas tem e enfim adoro os Chick-lit.

    Adorei sua resenha!

    Beijos
    Carol
    www.thereviewbooks.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oiiiii,

    Adoro esse tipo de história, que é leve e engraçada. É bom para quando precisamos de algo rápido e leve. Adoro Delírios de Consumo e sua resenha me deixou bem curiosa para conhecer O Segredo de Emma e ver como o destino vai fazer ela e o Chefe que agora sabe todos os seus segredos conviverem rs.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.