“Papo Reto” - Refletindo Amizades e Decepções




Falar sobre amizade é algo tão bom né? Afinal, amigo é algo essencial e são presenças constante em nossa vida. Mais se existe uma coisa que todo mundo já passou e que nunca queremos passar novamente é aquela situação em que nos decepcionamos com alguma amiga. Veja bem, existe as falsas amigas, as colegas e as conhecidas, mais o que me atento aqui é nas amigas mesmo, aquelas que estiveram sempre do seu lado.

Sei que todo ser humano é sujeito a falhas e que essas falhas são fundamentais para o seu crescimento, amadurecer é uma dadiva, pena que são poucas as pessoas que utilizam a mesma durante a sua vida e pena que nunca vamos estar totalmente preparados para enfrentar as decepções causadas por aqueles que amamos, confiamos e chamamos de amigos.

Sabe, é muito chato e triste quando percebemos que uma amizade já não é a mesma, que consideramos tanto uma pessoa e ela parece não tá nem ai para o que a gente pensa ou sente. Ao ponto em que situações que você nem ligaria acaba virando uma bola de neve, em que nos questionamos: que me*** é essa?! Como chegamos aqui?!

São dessas situações que surgem as decepções, que costumo dizer possuem três estágios: a principio somos acometidos pela decepção ao amigo (sabe, aquele que conhece você desde o tempo em que só queriam saber de brincar, que participou de suas festas de aniversário, que você combinava de sair mesmo sem dinheiro só pra poder botar o papo em dia, essas coisas...). Ficamos com raiva deles e colocamos a culpa nos mesmos: -A culpa é dela porque não me falou que era a verdade! -Também, quem mandou ela ir a festa com fulana e nem me chamar?! - Como ela viaja, avisa a todos e de última hora é que me avisa?! - Como ela desmarca de ir ao cinema comigo só porque aquela outra amiga dela não vai?! -Quer saber, cansei!!!!


Depois que os dias vão se passando vamos nos decepcionando com nós mesmos (ainda com o sentimento da raiva): -Eu fui besta demais! -Tá vendo?! Quem mandou me abrir, se expor... só dá nisso!...aff. - Eu tenho que ser menos idiota!

E quando algum tempo já passou e as coisas continuam a mesma e você vê que nada vai ser mais como antes, você se decepciona ainda mais consigo mesma: -Onde foi que eu errei? -Eu não devia ter agido dessa forma! -Como fui burra! E olhe que mesmo tendo os maiores motivos para tá certa você acaba se culpando. Quem já passou por isso sabe como é difícil esse momento.


Para acalmar e curar o coração só existe um remédio, o tempo! Ele não faz a gente esquecer, pode ter a certeza disso, em troca, ele nos dá a sensação de aquilo foi algo bem distante, de que o importante é o agora. Por isso, se me perguntarem: você vai confiar novamente? Vou! Do mesmo jeito? Não!


Levo comigo a certeza que vou me decepcionar novamente com amigos, pois assim é a vida, a pessoa por mais que seja sua amiga, ela nunca vai agir sempre da maneira que você quer e espera. Minhas costas vão estar calejadas com o tempo e eu espero que a sabedoria que citei no inicio desse post esteja em meus caminhos para que eu não me decepcione tanto e nem decepcione alguém. E se mesmo assim acontecer algo do tipo, já saberei os sintomas e o remédio de tudo, o tempo. Que deixa meu coração cheio de rachaduras e em troca me dá esperança. 

4 comentários :

  1. Isso é verdade. Já me decepcionei muito com duas amigas minha. Fica sempre aquele gosto amargo... :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!

      Infelizmente a vida é assim né, pena que a gente nunca tá preparada pra essas coisas né? :(

      Excluir
  2. Oi Nathalia!
    Eu também já me decepcionei com algumas amigas... É complicado,mas pelo menos assim vamos conhecendo quem são nossos amigos de verdade.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sora!
      Realmente, é em momentos como esses que descobrimos quem são nossos amigos de verdade. Por mais que eu não quisesse perder essa amizade...entende? :(

      Beijão!

      Excluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.