O Vento me disse... #81 - Cinquenta tons mais escuros - E. L. James

by - 18:30


Cinquenta tons mais escuros
Autora: E.L. James
N° de páginas: 512
Editora: Intrínseca
Trilogia:  Cinquenta tons #02
Ano: 2012
Skoob: Aqui
Compre: Aqui

Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.


ALERTA: Contém spoiler  do primeiro e segundo volume


     Cinquenta tons mais escuros começa com a Anastásia tentando sobreviver ao fim do caso com o empresário, maniaco por controle, Christián Grey. Depois de ter uma prova do que realmente pode acontecer no quarto da dor, Ana foge, deixando de lado o homem que a levou ao limite da sua loucura e do que ela esperava. Vivendo longe de Grey, Ana precisa se adaptar ao seu novo emprego em uma editora de livros em Seattle, ao seu novo chefe que insiste em assediá-la e a uma realidade em que ela percebe que ser submissa não é a sua "praia". 

     O afastamento dos dois não demora muito tempo - cinco dias apenas - pois logo Christian trata de ir atrás dela, ela percebe que apesar de tudo ainda quer dar uma chance ao seu cinquenta tons e ele está disposto a mudar para ter a sua Ana de volta, mesmo que isso mude seus planos inciais. Assim os dois voltam a se envolver. O que ambos percebem é que o relacionamento vai ser bem mais difícil do que esperavam, justamente porquê as sombras que cerca o passado de Grey insistem em o atormentar.

"- As aparências enganam - diz ele, baixinho. - Não estou  nem um pouco  bem. Eu sinto como se o sol tivesse se posto e não tivesse nascido por cinco dias, Ana. Estou vivendo uma noite infinita."

    Neste segundo volume da autora E. L. James vamos conhecer mais algumas nuances do Christian Grey e isso definitivamente é o que realmente deixa o livro mais envolvente, mesmo a autora repedindo algumas situações que passam a ser irritantes a medida que são constantemente vistas, como: as mil vezes que a deusa interior aparecia e que a Ana revira os olhos ou então mordia os lábios, enfim, cada vez que essas situações aconteciam eu é que revira os olhos. Apesar desses pequenos detalhes, confesso que cada ponto que mostrava quem era o Christian e o que tinha acontecido em sua vida, me deixava cada vez mais curiosa e presa no enredo. E é esse o toque especial do livro, que apesar de apresentar falhas narrativas, nos mostra um personagem com uma história tão marcante que fica impossível não querer saber mais sobre ele. 

   Ana também ganha mais personalidade nesse segundo volume, mostrando um amadurecimento que agrada o meu olhar de leitora. O romance passa a ser bem mais explorado pela autora, assim como a tentativa de um relacionamento que envolva o "mundo" dos dois protagonistas - o que torna tudo mais exitante. A presença de personagens como a Mrs. Robinson, torna à trama muito mais provocativa, é impossível não sentir uma certa antipatia ou para os mais fervorosos, um certo ódio por ela. 

     Ao meu ver, é neste volume também que a autora elimina as chances da história ser voltada para o BDSM, fica claro que o livro nada mais é do que um romance com um toque erótico, de cenas bastante elevadas e nada recomendadas para menores de 18 anos.

"- Eu nunca tinha me sentido do jeito que me senti quando você foi embora, Anastasia. Eu moveria o céu e a terra para evitar ter aquela  sensação  de  novo. "

    Tenho que dizer que é neste livro que se encontra a minha cena favorita de toda a trilogia, que é quando o Grey com medo de perder a Ana, se entrega totalmente a ela. Quem leu deve saber de que cena estou falando... é muito linda. 

     Por fim, Cinquenta tons mais escuros não melhora alguns aspectos que são próprios da escrita da autora, entretanto, é fato que ganha situações que encorpam a trama de maneira maravilhosa. É definitivamente o melhor livro da trilogia (pois é claro que já li o último e posso afirmar tranquilamente isso. rsrs).


Confira: resenha de Cinquenta tons de cinza já publicada no blog.



Cinquenta tons mais escuros é o segundo volume da trilogia escrita pela autora E. L. James, que no Brasil foi publicado pela Editora Intrínseca.

Gostou do post? Confira também!

0 comentários

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.