O Vento me disse...#59 - Sempre ao seu lado - Rachel Gibson


Sempre ao seu lado
Autora: Rachel Gibson
N° de páginas: 242
Editora: Jardim dos Livros 
Ano: 2009
Série: Writers Friends #3
Skoob: Aqui
Considerado pelos leitores um dos melhores romances escritos por Rachel Gibson, "Sempre ao seu lado" narra a história de Maddie Jones. A personagem volta à cidade onde nasceu, com pretexto de concluir seu livro, um thriller policial com todos os ingredientes de um bom suspense, duplo homicídio e traição, em uma trama envolvente. O que ninguém sabe é que os fatos são verídicos, e boa parte foi descrita no diário de sua mãe, assassinada junto com seu amante. Maddie Jones está determinada a descobrir o passado sórdido da cidade. No entanto, ela não conta com a possibilidade de se sentir atraída por Mick Hennessey, filho da mulher traída que matou sua mãe.
A primeira coisa que me vem a cabeça ao começar a falar sobre o livro Sempre ao seu lado da Rachel Gibson é que apesar do mesmo estar inserido em uma série de chick-lit, ele não é um chick-lit nos moldes tradicionais, ou seja, ele não tem uma história com uma protagonista que só vive se envolvendo em situações divertidas, que nos faz rir sem parar - algo mais parecido com o que aconteceu comigo lendo Sem Clima para o Amor, segundo livro da mesma série.

Neste volume publicado pela Editora Jardim dos Livros vemos uma história de amor com cenas bastantes sensuais, temos uma protagonista que é forte e independente (apesar de ter suas inseguranças), mais não temos aquelas situações constrangedoras que as mulheres desse gênero costumam passar. Não vou dizer que o mesmo não tenha alguns elementos do gênero, não é isso, é só que a trama possui contornos mais dramáticos, coisa difícil de ver em livros desse tipo. Isso foi algo "novo" e não vejo como um problema. Apesar disso, acredito que é uma coisa que deve ser avisada desde já.

Sua mão ergueu-se na direção da velha porta, depois a soltou. Uma surpreendente sensação de apreensão lhe ouriçou os cabelos da nuca. Ela havia feito isso dúzias de vezes. Então, por que a apreensão? Por que agora?, perguntava a si mesma, embora soubesse bem qual era a resposta. Porque desta vez era pessoal. Depois que abrisse aquela porta e desse o primeiro passo não haveria a possibilidade de voltar.
A Gibson nos conta à história de Maddie Jones, uma escritora de thriller policial que volta a cidade em que nasceu com o pretexto de escrever um livro sobre um crime que abalou a pequena cidade de Truly, há 29 anos. O que inicialmente os moradores não sabiam era que ela tinha sido uma das que mais sofreram com as consequências desse crime. Sua mãe tinha sido assassinada com seu amante e ela estava disposta a descobrir os detalhes sórdidos desse caso. O que Maddie não esperava era se sentir atraída pelo Mick Hennessey, filho da mulher que foi traída e que tinha matado a sua mãe. E o que é pior, nunca pensara que teria um caso com o Mick sem que ele soubesse quem ela era de fato.

Uma das coisas que mais gosto na escrita da Rachel é a maneira como ela consegue desenvolver a história sem que os personagens se tornem caricatos ou chatos. O romance entre a Maddie e o Mick também poderia se tornar algo muito clichê, o que contribuiria para que a história caísse em um ciclo vicioso de "vai e volta" que acaba cansando o leitor, mas felizmente, isso não aconteceu. Além do mais, a autora criou personagens protagonistas com uma química maravilhosa e soube inseri-los em uma "aura" de tensão - e tesão - sexual que deixou a história ainda mais gostosa de se acompanhar.

Uma coisa que não sai da minha cabeça também é que a trama me lembrou o livro A Testemunha da Nora Roberts e acho que isso se deve pela trama se passar em uma pequena cidade, a mocinha não tem uma família e os encontros com o mocinho - que é super sexy e tudo de bom - são na casa dela. Falando nisso, tenho que confessar que amo tramas com esse enredo - cidadezinha, vizinhos fofoqueiros, mocinhos obstinados que não procuram o amor e quando encontram não o deixam escapar, passado mal resolvido e encontros muitooooooo sexys!!! Então se você gosta de tramas desse tipo, não vai se arrepender de ler esta.

O único ponto negativo do livro são alguns problemas de revisão e tradução. Gostaria muito que a editora fizesse uma nova edição sanando esses problemas ou que uma editora "grande" adquirisse os direitos de toda a série "Amigas Escritoras", assim, os livros poderiam ser relançados - e lançados já que nem todos foram publicados no Brasil.

Por fim, Sempre ao seu lado da Rachel Gibson foi mais uma leitura que tive o prazer de acompanhar, e mostra uma história de amor inesperada que enfrenta as marcas de um passado complicado. É um livro que evidência a superação e o perdão, e apesar de toda à carga dramática consegue trazer cenas sensuais, leves e divertidas (o "Carlos" e o gato da Maddie que o diga). Isso sem falar que os personagens são bem construídos e super simpáticos. 

Depois de tudo só posso terminar esse texto me indagando os motivos de tantas pessoas ainda não conhecerem a escrita da Rachel, afinal, ela escreve boas histórias e merece uma chance. Da minha parte só posso deixar a indicação e o desejo que você goste das suas histórias o tanto quanto eu.
Ela sempre considerou que se apaixonar era como bater de frente contra uma parede de tijolos. As pessoas, de maneira geral, apesar de saberem disso prosseguiam até levar um pontapé e finalmente concluir: Meu Deus, acho que estou apaixonada! Mas não foi o que aconteceu com Mick. Tudo começou sorrateiramente dentro dela antes mesmo que ela percebesse. Tudo aconteceu a cada sorriso e a cada toque. Um olhar, um beijo, uma cole ira cor-de-rosa de gata, um aperto no coração, uma respiração acelerada após a outra até que ficou profundamente envolvida, e não pudesse mais negar. Isso tudo não tinha volta. Não davamais para mentir sobre o que sentia.
Série "Amigas escritoras" (Writers Friends):

- Sexo, mentiras e encontros virtuais - Não lançado
- Sem clima para o amor - Lançado
- Sempre ao seu lado - Lançado 
- Sem mais encontro ruim - Não lançado



15 comentários :

  1. Olá!
    nunca ouvira falar dessa serie porém o nome da autora não me é estranho, adoro essa pegada de enredo. Super leria.
    abraços!
    Squad Of Readers

    ResponderExcluir
  2. Dessa autora eu li Sem clima para o amor e não curti muito não...
    Tbm reparei nessa questão do chick lit, n sei se devia encaixar os livros da autora nessa categoria.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste de fazer a leitura!! :) Gostei de conferir a resenha!

    Bem, acho ótimo que tenha dado tanto prazer, so e pena esses erros de revisão e tradução, e muito mesmo!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nathalia!
    Nunca li nada da autora. Até tive em mãos um livro dela, mas acabei me desfazendo sem ler. :/ Uma pena que eu não tenha tido a oportunidade de conhecer sua escrita. Justamente por ouvir falar tão pouco dela, eu acabei nem lendo o livro.
    Com sua resenha me animei a ler algum livro dela. Essa série parece uma ótima pedida.
    Fico feliz que tenha curtido o livro. Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    Eu sou uma das pessoas que não conhecem a escrita da autora. Confesso que antigamente não tinha muito interesse no gênero, quase não lia romances, mas agora que estou aberta a esse gênero, estou começando a pensar em ler alguma coisa da autora. Gostei da sua resenha, adoro personagens determinadas e seguras de si, acho que vou gostar bastante da protagonista. Além do mais, esse lance da autora desenvolver bem a história e que apesar de ter tudo para ser clichê, acaba não sendo, me deixou curiosa. Parabéns pela resenha. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oie! Tudo bem?

    Acho as capas dos livros dessa autora, uns amores são fofas ao seu estilo, todavia suas histórias não fazem a minha cabeça! Por mais que todos falem muito bem dos livros da autora, ainda não teve um realmente que me chamasse a atenção para realizar a leitura! Mas fico feliz que tenha gostado do livro!

    Bjss

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Eu não conhecia a série e muito menos a autora. Fico feliz em saber que a pegada Chick-lit dela é outra, isso me anima muito fazer a leitura da obra. Anotei a dica e vou ler resenhas das outras obras da série!

    http://desencaixados.com

    ResponderExcluir
  8. Oie
    já vi várias resenha sobre os livros da autora mas não sei se é uma que tenho curiosidade, talvez eu leria se tivesse oportunidade mas não é um gênero que corro muito atrás, mesmo assim, parabéns pela resenha

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não li nada da autora ainda, e como leio poucos chick-lit, talvez demore a vim ler este. Me chamou até você lembrar ou ver semelhanças com um enredo da Nora Roberts, autora que sou fã. Quem sabe este não seja meu impulso para ler o livro...
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá Nathalia,
    Por mais que essa autora receba tantos elogios e que as pessoas amem seus livros, não me vejo lendo nada dela. Acho que criei um pre conceito com relação a ela do qual não consigo me livrar.
    É uma pena que o livro tenha um revisão ruim, pois ele é bem bom, né? Tendo em vista que esse foi o único ponto negativo que você apresentou.
    Vou deixar a dica passar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Essa é uma autora que toda vez que eu vou numa livraria eu tenho que ver milhões de livros dela por lá, mas sempre que eu via as capas me lembrava algo como cinquenta tons de cinza ou esses romances hots que tem por ai, então não me chamava muito atenção, confirmei um pouco do que achava mas fico feliz que o livro tenha te surpreendido

    ResponderExcluir
  12. Eu li Maluca por Você da autora e adorei o jeito dela escrever. Isso já bastaria para que eu colocasse esse livro na lista de desejados, mas ler sua resenha aumentou minha curiosidade e vontade de realizar a leitura.
    Saber que o romance não cai no clichê e que as coisas acontecem com essa tensão/tesão sexual latente, além de lembrar A Testemunha (que eu adorei) me deixa com a sensação de que eu vou gostar do livro (mesmo com esses probleminhas de revisão/tradução).
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  13. Tinha curiosidade para saber um pouco mais sobre os livros dessa autora, mas nunca realmente procurei saber mais.

    Que bom que não é um livro só de romance como costumam ser os chick-lits. Nada contra, até gosto de vez em quando, mas é bom sair do esteriótipo as vezes, acredito eu. Sua drescição da história me fez ter mais vontade de ler, com um título assim eu não julgaria que o livro poderia ser tão interessante.

    Ótima resenha!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  14. Olá!!!
    Confesso que eu adoro a escrita da Rachel!!!!
    Li apenas um livro dela e simplesmente me encantei. Não tinha ainda lido nenhuma resenha desse livro e a história parece ser realmente encantadora. Deve ser bem interessante ver esse lado mais dramático da autora.
    Concordo com vc em relação as editoras grandes comprarem os direitos da Rachel! Ela é demais, não entendo essa relação apenas com as pequenas editoras, dessa forma, nem divulgados direito sao seus livros, infelizmente.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  15. Só ouço ótimas opiniões a respeito da autora, e nessa história, achei excelente ela tirar do estereotipo clichê e desenvolver seus personagens de maneira simpática e bem construídos. Isso com certeza traz um diferencial. Ainda não li nada da autora, mas sou bem curiosa a respeito de sua escrita.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.