O Vento me disse...#53 - Tensão - Gail McHugh


Tensão
Autora: Gail McHugh
N° de páginas: 336
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Skoob: aqui
Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos. Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela. Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?
Percebo mais do que antes o quanto é complicado fazer uma resenha negativa de um livro, afinal, os autores se esforçam tanto que faz “pena” falar uma coisa ruim, sem falar que para ser sincera, não sei se seria capaz de fazer a metade do que eles escrevem. No entanto, como estou aqui para dar à minha opinião como leitora e não como critica profissional tenho que falar, Tensão - primeiro livro de uma série que foi lançado pela Editora Arqueiro em 2015 no país - foi um dos piores livros que li esse ano, vocês não tem a noção do quanto demorei para terminar à leitura. Poderia dizer que muitos fatores me levaram a isso, no entanto, destaco a história fraquíssima, o enredo nada original e por um último, porem não menos importante, a falta de conexão entre essa pessoa que vos escreve com os personagens criados pela Gail McHugh.

Para quem não leu nada sobre o livro, ele narra à história de Emily Cooper que logo após a morte da mãe acaba se mudando para Nova York com o namorado Dillon Parker. Eles já possuem um relacionamento um tempo e apesar de confiar nele, Emily, prefere morar na casa de uma amiga enquanto toma a decisão de ir morar de fato com o Dillon. Nesta nova cidade a protagonista acaba arrumando um emprego em um pequeno restaurante e logo no primeiro dia de trabalho conhece um homem de “parar o trânsito”. Algo acontece com eles, uma tensão se espalha pelos seus corpos que desperta a curiosidade de ambos, no entanto, ela ignora o que sente e vai embora, pensando ser algo passageiro e que não veria mais aquele estranho. Acontece que um dia o seu namorado lhe apresenta Gavin Blake, um dos seus grandes amigos, o que ela não imaginava era que ele além de amigo do seu namorado também era aquele desconhecido que mexera com as suas emoções.
“Ela podia esquecer os olhos azuis penetrantes ou o charme que emanava de cada poro; bastava o sorriso cheio de covinhas para convencer Emily, instantaneamente, de que era só ele mandar e inúmeras mulheres tiravam a roupa.”
A partir deste momento Emily vive um grande dilema já que o Gavin se mostra interessado nela e apesar do Dillon ter algumas atitudes egoístas e não se mostrar ser o que ela pensava que ele era, o mesmo ajudou muito quando a mãe dela morreu e por isso Emily não quer deixá-lo. Assim, um triângulo amoroso se forma e meu desinteresse pela trama se torna ainda maior.

Dando crédito ao livro devo confessar que já li livros parecidos e até com escrita inferior a Tensão e não achei tão ruim como esse. Não sei se foi o meu estado de espirito ou se simplesmente não fui com a “cara”, mais a verdade é essa, não gostei de nada da história. A começar pelo encontro dos protagonistas- nada original. A Emily e o Gavin assim que se conhecem já sentem alguma coisa um pelo outro e depois já se mostram “apaixonados”, cabe repetir, já vi isso acontecer em outros livros new adults mas nesse, senti a sensação de que o que eles sentiam era algo falso e que o surgimento desse sentimento aconteceu rápido demais, além disso, não consegui me conectar com nenhum dos personagens.
“O corpo talvez desejasse Galvin, mas não havia a menor chance de sua mente querer a mesma coisa.”
A Emily para mim é uma mulher sem personalidade, sem falar que a traição que ela comete para mim é algo inaceitável, afinal, você cometer um descuido é uma coisa, agora, permanecer no erro não dá. O Dillon é um personagem extremamente “babaca”, é daqueles que as autoras escrevem para que não tenhamos pena ou remoço por ele ser ou não “corno”. O Gavin é o melhor dos três pois ele acaba gostando dela e é bem direto e sincero com a Emily, no entanto, o mesmo também não é lá essas coisas, afinal, ficar com a mulher de um amigo não é uma coisa muito legal né?

Por fim, todos esses elementos acabaram influenciando também na maneira como encarei a narrativa, ou seja, como a história não me agradava, acaba que não mantinha o ritmo da leitura e findava parando, começando, parando... Emfim, a narrativa se tornou algo chato e arrastado para mim.

Por isso caros leitores, eu não indico a leitura desse livro e não vai ser uma surpresa para você se disser que não continuarei acompanhando a série. Desculpe se acabei fazendo com que você perdesse o interesse ou se o mesmo é um dos seus livros favoritos, infelizmente, é o que senti e tinha que colocar isso para fora.

“...Gavin estava certo. [...] Essa última possibilidade a atirou no vento frio de inverno.”

11 comentários :

  1. Oiii Nath

    Vc é valente por ter terminado esse livro. Eu geralmente quando não gosto, largo mesmo. No começo me dava peninha mas agora já largo mesmo sem dor na consciência...rsrs
    Esse livro e todos os outros semelhantes nunca me chamam a atenção, eu sou mais de fantasia, ou humor, chick lit e esses romances mais new adult com toda aquela carga de drama e homens irresistíveis nunca me resultam convincentes e sempre me cansam. Se vc já odiou o livro, imagino que pra mim entao nao serviriam mesmo....rsrs, obrigada pela resenha sincera, ficou ótima.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  2. Olá Nathalia,
    É uma pena que a leitura não tenha te agradado. Confesso que já não tinha a menor curiosidade com relação a esse livro e, após ler sua resenha, me senti com menos vontade ainda.
    Não gosto da questão traição, pois acho que isso é inadmissível e seria um ponto muito negativo para mim, na obra.
    Vou deixar a dica passar e quero lhe parabenizar pela incrível resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  3. Oi Nathalia!
    Sei como é chato fazer uma resenha de um livro que achamos ruim, eu mesma já fiz algumas e mesmo tendo receio de não serem bem recebidas optei por ser sincera e falar tudo o que achei sobre o livro, por isso te parabenizo pela maneira extremamente educada e profissional com que você se expressou.
    Vou confessar que eu morria de vontade de ler esse livro mas nunca tinha lido nenhuma opinião de alguém que já o tivesse lido e não fazia ideia do que esperar. Fiquei muito surpresa com tudo o que você descreveu e estou repensando a minha decisão de o ler, principalmente por conta dos personagens que não me agradaram e do triângulo amoroso que pela sua resenha parece ter sido muito mal feito.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  4. Eu te entendo completamente, tem livros com histórias clichês mas que mesmo assim conseguem conquistar o leitor, e outros não. É chato fazer uma resenha negativa mesmo, mas veja pelo lado bom, sua resenha não me fez não querer ler o livro. Pelo contrário, fiquei ainda mais curiosa para conferir o que eu vou achar. rsrs
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  5. Sabe que eu estava super empolgada para ler esse livro, mas quando comecei eu meio que não senti o que eu esperava. agora, lendo sua resenha eu acho que concordo em muita coisa com você. Não curto muito triangulos e gosto menos ainda quando os autores fazem com que uma ponta seja completamente errada apenas para se tornar mais fácil que se entenda o motivo da mocinha em trocar ou em trair ou qualquer outra coisa. A falta de personalidade dela em se sentir obrigada a ficar com o cara mesmo querendo outro também não colou para mim... Acho que tinha um potencial aí mas que não foi bem colocado. Eu o deixei de lado e pensei em tentar ler novamente (até pq estou com os dois por aqui), mas acho que terei que fazer um esforço para não ficar focando nesses pontos, sabe?
    Mas... Enfim... parabéns pela resenha! É realmente muito dificil escrever uma resenha não indicando um livro...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem? Olha, eu não gosto nenhum pouco desse tipo de literatura, a chance de ler mais algum livro do gênero é muito pouca. Aí, quando vejo uma resenha negativa, nossa... aí sm chance mesmo. Mas eu fico triste por não ter gostado também.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  7. Oiee, tudo certo? Quando não gosto de um livro (e ele não é de parceria) muitas vezes acabo abandonando, principalmente quando os personagens são tão pouco cativantes. Não me interessei nadinha por Tensão e provavelmente teria os mesmos problemas que você com a trama, quando fizesse a leitura, e não estou nem um pouco inclinada a fazer hehehe. Gostei da resenha!
    Beijão

    ResponderExcluir
  8. Já tentei ler esse livro mas a narrativa não me cativou, pelo menos pra mim foi muito cansativo e não consegui dar continuidade, e pelo que li na sua opinião o que eu concluo é que não foi o melhor livro que vc já leu.

    ResponderExcluir
  9. Vou seguir a sua não indicação, se eu pegasse esse enredo já ficaria com um pé atrás, e vendo essa sua resenha tão clara, fico com dois pés atrás. Achei os personagens fracos e mal elaborados, clichê não falta.

    ResponderExcluir
  10. Olá Nathalia! Eu vi uma sinopse desse livro em um encontro de leitores e depois uma resenha que o livro praticamente só falava de sexo , então eu realmente me desinteresse por ele. Agora que eu li sua resenha fiquei menos interessada ainda nesse livro. Muitos aspectos negativos , principalmente sobre traição. Abraços!
    Umparadoxoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. O livro já não faz muito o meu tipo, o gênero não me agrada. Dificilmente eu pararia para ler uma história dessas, sua resenha me deixou mais convicta ainda de nem tentar arriscar, pelo menos não nesse haha
    Sei que é difícil fazer a crítica, até porque, sabemos do esforço que os autores fazem para conseguir construir toda essa história, mas infelizmente quando não nos agrada devemos falar.. Enfim, muito boa a resenha, parabéns por ter dito as verdades haha

    http://www.literaturanews.com.br/

    ResponderExcluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.