O Vento me disse...#37 - Proposta Inconveniente- Patricia Cabot



Proposta Inconveniente
Autor (a): Patricia Cabot
N° de páginas: 350
Editora: Record
Ano: 2014
Skoob: aqui 
Apaixonada pelo capitão Connor Drake, Payton sonha em ser capitã de seu próprio navio. Ela cresceu desejando essa profissão exclusivamente masculina, mas agora deve abdicar disso tudon para conseguir um bom marido. O problema é que Connor só percebe seus sentimentos por Payton na véspera de seu casamento com outra. Quando o barco dos noivos parte rumo às Bahamas, ele é atacado e resta a Payton se infiltrar num navio pirata para salvar a vida do seu amado. A coragem une os dois, e o resgate pode gerar mais frutos do que ela imaginou
Estava a procura de um bom livro de romance que não tivesse grandes pretensões mais que mesmo assim me fizesse sentir aquela sensação de que a leitura apesar de simples, valeu a pena. O escolhido foi um de época, mais especificamente, Proposta Inconveniente da Patricia Cabot que foi lançado aqui no país pela Editora Record. Já adianto para você que me ler, o livro é maravilhoso na minha opinião; ele me fez lembrar o porquê os romances de banca me apaixonavam antes e me mostrou o porquê devo continuar investindo nesse tipo de leitura. O livro foi totalmente apaixonante, desde a maneira como a autora narrou à história aos próprios protagonistas. 

Para quem não leu ou ainda não viu nada sobre o mesmo, Proposta Inconveniente conta a história de Payton uma jovem mulher que apesar de estar na idade de casar só deseja uma coisa na vida, além do lindo senhor Drake, comandar o seu próprio navio. Este fato aparentemente não é um problema, afinal, desde que ela se entende de gente ajuda os irmãos mais velhos nas expedições pelo ocidente. Acontece que os seus irmãos e o seu pai acreditam que ela já chegou numa idade em que teria que deixar isso de lado e que a mesma deveria se dedicar apenas a conseguir um marido, como uma boa dama de sociedade deveria fazer nos séculos XVIII e XVI. 

O problema para Payton é que ela nunca viveu como uma dama "normal" da sociedade; com grandes influências das figuras masculinas que a cercavam, ela meio que se acostumou a agir como um menino- chegando até a se vestir como um, quando se encontrava em alto mar. Apesar disso, existia na Payton, uma gama de sensações bem femininas que exigiam para serem exploradas mais a fundo, e uma dessas sensações estava ligada diretamente ao Connor Drake, um amigo dos irmãos dela. O complicado é que aparentemente ele nunca a notou como mulher, sem falar que o mesmo estava de casamento marcado com outra mulher bem mais feminina e bonita do que ela. 

Por essa pequena introdução não sei se dá para você se decidir se vai ou não embarcar na leitura, por isso procurei alguns pontos, nas opiniões de outras blogueiras, que falavam bem- e pude notar vários elogios- e também observei as críticas negativas que poderiam te fazer desistir antes mesmo de começar a ler o livro. Dessas últimas, vou debater mais sobre a forma de narrar da autora, as atitudes de alguns personagens e as (várias) cenas de sexo no livro. 

Forma de narrar da autora: algumas pessoas criticaram à autora falando que ela acelerou algumas cenas e que por isso as situações se passavam bem rápido. Me desculpe quem pensou assim mas sinceramente, não consegui enxergar isso como um fator ruim e para mim não foi um problema, pelo contrário, acho que foi até bom pois o livro ganhou um ritmo que me deixou curiosa para saber o que ia acontecer a cada capitulo. É verdade que isso também se deu devido o uso de elementos considerados clichês, o que ao meu ver, também não foi um problema. Neste ponto eu faço uma ressalva, como podem esperar um enredo super elaborado sendo que a sinopse já mostra que a história é bem simples e que a própria autora (conhecida também como Meg Cabot, autora de livros super conhecidos voltados principalmente para os adolescentes ) sendo quem é, iria criar um enredo super original? Por favor, quem procura um livro assim aviso logo, procure outro, esse livro não tem essa finalidade.

Sobre as opiniões em relação as atitudes de alguns personagens: eu só posso concordar com os irmãos da Payton, eles tinham algumas atitudes que não condiziam em nada com as idades deles, às vezes, pareciam crianças que brigavam por qualquer besteira e em qualquer canto. Isso me incomodou um pouco, no entanto, eles não apareceram muito na trama então deu para relevar isso. Também li uma critica em relação à protagonista. Chegaram à afirmar que pela Payton estar descobrindo a sua feminilidade e sexualidade deveria ser mais recatada e tal e no entanto, ela se comportava de uma maneira libertina, como uma "profissional do sexo". Gente, como uma mulher que desde o início do livro mostra que não tem papas na língua, que fala palavras que não deveriam ser ditas por uma dama e que deseja manejar o seu próprio navio, vai ter vergonha ou vai ficar cheia de não me toques na hora de fazer sexo? A Payton é segura com o seu físico, ela sabe o que quer e isso foi uma das coisas que mais gostei nela e no livro. Ela podia até ser teimosa- o que até causou algumas confusões- mais ser libertina? Não acho.

E por último, as cenas de sexo: confesso que não esperava que o livro tivesse tantas, no entanto, isso não me desagradou, pelo contrário, eu achei as cenas maravilhosas, com certeza são os pontos fortes no livro. Não achei nada vulgar, foi mais para o sensual do que o sexual. Para quem já leu sabe do que estou falando; o sexo é uma coisa bem importante na história da Payton e do Drake, mas não é a história em si. Por isso fica o alerta, se você não gosta de livros que tenham a história um pouco mais apimentada, pode ser que Proposta Inconveniente não seja sua melhor opção.

Por fim, eu só posso convidar você que me ler a tirar suas próprias conclusões com relação à obra da Patricia Cabot. Que para mim foi uma leitura despretensiosa, super agradável, encantadora e que com certeza vou lembrar com carinho e um sorriso bobo no rosto. hehe Espero que se você decidir ler, possa gostar também e quem sabe recomende a leitura à outras pessoas que gostam de livros de época ou até mesmo aquelas que não gostam. Eu só sei que essa pessoa que vos escreve recomenda e muitoooo. :)

Até a próxima!!!

18 comentários :

  1. Oii Nath

    Esse livro está entre os meus pendentes e quero ler ele ainda esse ano, vamos ver se consigo já que estamos praticamente em Dezembro e esse mês será bem corrido pra mim. Gostei da sua resenha, acho que vou amar a história e Meg Cabot é sempre fantástica no que faz, amo os livros dela.

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Eu não conhecia o livro, mas a sinopse me agradou vou procurar saber um pouco mais. Confesso que não sou muito fã quando o autor exagera nas senas eróticas, mas quando não são apelativas dá para ler sem nenhum problema.
    Até...bjs JuVisite: Nossa Estante Nacional

    ResponderExcluir
  3. Olá, Nathalia.
    Esse livro está na minha lista de desejados. Eu adoro romances de época, vindos da autora então, eu amo. Já li dois livros dela desse gênero e amei os dois. Até prefiro ela escrevendo com Patricia do que como Meg. Gostei bastante da sua opinião e da forma como você rebateu as opiniões contrárias a sua. Assim que der eu vou ler ele.

    ResponderExcluir
  4. Ei Nathalia!
    Ainda não vi esse livro em lugar algum, é a primeira resenha que encontro. Parece ser bem legal e atemporal. Acho que fiquei interessada hahahaha vou dar uma olhada no skoob pra não esquecer!
    bjssss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. AH!! Esse enredo me lembrou um romance de banca que li quando era adolescente, não era da Meg, nunca li nada dela, mas que a moça era apaixonada por um capitão também e acaba sequestrada por um pirata... eu ri tanto e me apaixonei... realmente esse livro trás boas lembranças sobre os motivos que me fizeram ser louca por romances de banca e olha que nem o li como você o fez... rsrs

    Bem, espero ter a oportunidade de conhecer os trabalhos da autora, já que não conheço nenhum ainda... rsrs... dica mais que anotada, pois amo romances de epoca e talvez esse seja uma boa pedida para mim... ;)

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  6. Oi Nathi,

    Faz tempo que quero ler algo da Meg, escrevendo como Patricia. Mas com certeza não começaria por esse. Todo mundo fala que essa obra é a mais "fraquinha" dela e nem chega aos pés dos outros romances históricos que tem fama de ser muito bons, por exemplo A Rosa de Inverno. Pretendo começar por ele para sentir a escrita dela. Depois leio esse que parece ser sim uma fofura.
    Adorei a resenha!

    Beijos!

    Cintia
    http://www.devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Livros com uma proposta mais apimentada não chamam minha atenção, pois sempre acabo me incomodando. Mas, eu fiquei tentada a ler esse livro, tenho muita vontade de ler algo da Patricia/Meg Cabot e talvez esse livro seja bacana, com exceção das cenas de sexo rs.
    Quero saber como a Payton convive com o fato de querer comandar um navio e seu pai e irmãos serem contra.
    Espero ler e gostar.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Olha eu sinceramente li um livro que nào é da Patricia Cabot, mas tenho bastante interesse, tanto que eu comprei esse livro e um outro dela para que eu possa fazer a leitura e quero fazer isso em breve, mas eu percebi que você apontou muito assim opinião de outras pessoas, digo, você explicou o seu ponto de vista em cima do que outras pessoas falaram. Isso é de acordo com cada pessoa né? Todo mundo vai ter uma opinião diferente e o importante é você focar no que você realmente sentiu em relação a obra. VOCÊ e não pensar no que os outros disseram ou deixaram de falar. Eu quero muito ler esse livro e espero gostar muito, porque me parece ser bem interessante. Adoro romance, mas agora estou dando um tempo, quem sabe mais pra frente, mas pensa nisso que falei. LEIA O LIVRO E FALE POR SI! =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-os-bons-segredos.html


    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-os-bons-segredos.html

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    Eu tenho uma amiga que é apaixonada na escrita da Patricia, ela sempre me fala para ler algo dela rsrs. Porém eu não sou uma grande fã de romances de época, então acabo deixando os livros para serem lidos depois, mas ao ler a sua resenha eu fiquei encantada com a premissa da historia e espero ter a oportunidade de a ler.

    ResponderExcluir
  10. Apesar de curtir os livros que a Meg escreve como Meg mesmo, não tenho a menor vontade de conferir algo assinado como Patricia. Não consegui gostar de romances de época, em grande parte por vários deles conterem, como esse livro contém, várias cenas de sexo. Não gosto de leituras mais apimentadas e me incomodaria com isso, então passo a dica. Mas preciso dizer que achei o máximo essa protagonista que tem o sonho de comandar o próprio navio! O livro pode ter vários clichês, mas essa parte especificamente achei bem original.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Adoro romances de épocas, e há muito tempo desejo ler este. Li Liberte meu coração da Meg e adorei! Espero que o livro seja tão bom quanto este que citei. Fiquei até meio surpresa sabe? A Meg é conhecida por escrever para e sobre adolescentes, e não são todos que curtem o gênero, foi uma aposta alta.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Eu não sou muito fã de histórias desse gênero. na realidade, não tenho nada contra, desde que as cenas apimentadas aconteçam dentro de um contexto, e não pura e simplesmente existam. A capa é linda demais, e eu amo histórias de época. Não sabia que a Meg assinava como Patricia. sempre tive um pré-conceito sobre a obra dela, é mais voltada pra adolescentes e não é tudo nesse meio que me agrada, Mas um romance de época, já chamou minha atenção. Quem sabe eu não comece a conhecer a obra dela através desse?

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  13. Já li um romance de época da autora, o Pode Beijar a Noiva, que adorei, da primeira vez que li (a releitura não foi tão empolgante). Fiquei bem interessada nesse... Adorei a resenha! :D Acho essa capa um arraso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Ainda não li nada do gênero romance de época e também não li nada da autora. Mas achei a proposta do livro bem interessante, ainda mais por você ter falado tão bem em sua resenha. Já estou anotando a dica.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  15. Eu adoro romances de época! O que me desagrada, nesse caso, é o fato de ser uma história mais picante. Não costumo gostar de narrativas desse tipo. A forma acelerada de narrar não me incomoda, ao contrário, pois gosto de narrativas dinâmicas. Gostei muito da personalidade da Payton, parece ser uma mulher de atitude. Pesando os prós e os contras, os pratos da balança ficam bem equilibrados, então talvez eu até arrisque a leitura, apesar das cenas sensuais. Gostei da resenha!

    ResponderExcluir
  16. Oiii.. eu adoro romances de época, mas confesso que esse não me deixou curiosa.
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  17. Gosto muito de romances com pegadas quentes, ainda mais se for romance de época. Não conhecia esse livro e achei a capa lindinha, mas o enredo não me chamou atenção.

    Beijinhos!
    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir
  18. Eu acho que as pessoas esperam demais de livros que não são para se esperar demais... Quer dizer, todo romance de época é bem clichê, o que difere em cada um é a forma como ele é contado e esperar que esse fosse super original pois era da "Meg" é meio que dar tiro no pé...
    Pelo que entendi, ela acerta nesse livro - e adorei saber que a personagem é segura de si. gosto disso!
    Estou começando agora nessa coisa de romance de época e ainda não li nada da autora no estilo, mas quero muito.
    E essa capa é linda né?

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir

Uma das coisas que mais incentiva uma blogueira é saber o que estão pensando sobre o seu trabalho. Por isso seu comentário é IMPORTANTE. É com ele que vou saber se estou indo pelo caminho certo. Criticas positivas? são mais que aceitas. Criticas negativas? também, só peço que seja feita com respeito. Esse é um espaço para trocar ideias e espero ver você por aqui.